O A Seguir Niterói inaugura a cobertura das eleições 2020 com a apresentação dos candidatos à prefeitura. Nos próximos dias - e até o resultado final da eleição, em 15 de novembro ou em 29 de novembro -, nossa equipe vai acompanhar a movimentação dos candidatos, ouvir suas propostas, debater demandas da cidade e propor um amplo debate sobre o futuro de Niterói. 

 

Numa campanha diferente de todas as outras, diante do impacto da pandemia, que mudou prazos e restringe o corpo-a-corpo, a informação será mais do que nunca um elemento fundamental para o morador fazer sua escolha de forma consciente, como o momento que vivemos exige de cada um de nós.

 

A cidade que escolhe agora seu novo prefeito, tem um orçamento de R$ 3 bilhões e índices de renda per capita e de Desenvolvimento Humano entre os melhores do Brasil. Mas terá pela frente os mesmos desafios que outras cidade brasileiras: continuar se protegendo do coronavírus e trabalhar pela retomada da economia.

 

As ações contra a Covid, mesmo com a descoberta de uma vacina, podem se estender além de 2021. O combate à pandemia mostrou que a cidade se preparou para o desafio, aparelhando a rede pública de Saúde e contando com a capacidade instalada da rede privada. A atuação da UFF, integrando o Gabinete de Crise e o Comitê Científico foi outro fator determinante para evitar uma tragédia maior, sustentando na ciência a tomada de decisões no combate à pandemia.

 

Ao mesmo tempo, Niterói terá que saber promover a recuperação da economia. A longa quarentena que enfrentamos resultou em lojas fechadas e imóveis devolvidos. Ainda não é possível avaliar os danos, atenuados por programas de suporte ao cidadão e ao empresário. Atividades importantes como transportes, comércio, mercado imobiliário e entretenimento foram fortemente impactadas; precisam ser retomadas. 

 

O A Seguir Niterói entende que é hora dos partidos e dos candidatos apresentarem suas propostas. Para a prefeitura e para a Câmara de Vereadores. O momento pede ação construtiva. A campanha eleitoral, no entanto, nos oferecerá armadilhas e caminhos fáceis, como vimos na última eleição. O Governador Wilson Witzel é o melhor exemplo, eleito em 2018 sem que o eleitor fosse capaz de dizer qual era seu plano de governo, desaparece da cena política, sem dizer a que veio e deixando um legado de perdas enormes para o Estado. A informação, temos certeza, será o caminho mais seguro para construímos a cidade que nós queremos.

Sobrepeso aumenta na quarentena e médicos alertam para riscos

Em tempos de pandemia, TSE cria novos procedimentos na hora do voto

Países adotam isolamento, toque de recolher e áreas de proteção para evitar novas mortes

Flexibilização atrapalha controle da Covid; Niterói enfrenta, como todo o Brasil, o preço de fazer isolamento pela metade

13.615 casos | 451 mortes | 89 internados

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.