Última semana do ano tem 23 mortos, maior número da 2ª onda da Covid em Niterói

Atualizado: Jan 4

Número de casos se mantém perto de 200 por dia, mesmo com feriados e chuva que reduziram a testagem; internações no SUS batem recorde



A última semana epidemiológica do ano, a SE-53, registrou o maior número de mortes da segunda onda da Covid em Niterói, com forte aumento do número de novos casos. Foram 23 mortes nos últimos sete dias, de acordo com o boletim divulgado pela Prefeitura neste sábado (2). Mais que os registrados nas semanas anteriores, que tiveram, respectivamente, 21, 21 e 20 óbitos.


O número de casos permaneceu alto, 1.306. Mas abaixo do que foi verificado nas semanas anteriores, quando foram 1.500, 1.251 e 1.341. Um número alto, que mantém a taxa de 200 novos casos por dia, mesmo numa semana que teve os feriados de fim de ano e na qual a testagem foi significativamente menor, diante das chuvas que castigam a cidade desde o Natal.


A Secretaria de Saúde já reconhece no Painel da Covid, publicado no sistema de informaçõs SIGeo, que o número de casos em novembro superou o registrado no pico da primeira onda da doença, em maio e junho.


Os números revelam que o coronavírus continua avançando em Niterói. O boletim da Prefeitura registrou neste sábado o maior número de internações de toda a série histórica: 177 pessoas na rede do SUS. Outras 115 pessoas em acompanhamento médico domiciliar. A taxa média de ocupação dos hospitais, considerando leitos e UTIS, públicos e privados, está em torno de 75%, com um total de 512 pessoas hospitalizadas, de acordo com o mapa de monitoramento da Covid, publicado no site da Prefeitura.



© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.