A pior semana em quatro meses: 553 novos casos de Covid em Niterói

Atualizado: Nov 10

Cidade permanece no incômodo “platô” desde julho, com 13 mortes em sete dias



A retomada das atividades em Niterói não consegue vencer a barreira do medo do contágio pela Covid, com o número de casos e mortes estagnado no que os epidemiologistas chamam de “platô” da doença, um nível estável porém alto de contágio. Na quadragésima-quinta semana epidemiológica, foram registrados 553 novos casos da doença, o número mais alto desde julho, de acordo com os dados divulgados pela Prefeitura nos boletins diários e consolidados pelo A Seguir: Niterói de acordo com o modelo da OMS.


O número de mortes também permanece no mesmo “platô”: foram 13, na última semana. Já são dez semanas em que os óbitos oscilam entre 11 e 13, a cada semana epidemiológica - sendo que em seis destas semanas foram 13 falecimentos. Desde forma, Niterói se aproxima de 500 mortes, com 491 registros desde o início da pandemia. Já são 15.298 casos confirmados do coronavírus.


De acordo com o mapa de monitoramento da Covid, Niterói permanece em Alerta Máximo Amarelo-2. A planilha considera uma série de 2 indicadores da doença, como o número de casos, mortes e ocupação dos hospitais, entre outros, para estabelecer o estágio de alerta da doença. O índice-síntese está em 6,88. Para Niterói avançar para um estágio melhor, o Alerta Amarelo 1, a cidade precisa ficar abaixo de 5 pontos. Cada indicador é visto isoladamente. E carrega uma pontuação para o total. O pior resultado da cidade aparece no registro de novos casos, que tem a pior nota entre todos os ítens avaliados, aparecendo no estágio de Altíssimo Risco - Roxo. Para passar ao Amarelo 1, neste indicador, a cidade precisaria registrar menos de 25 casos por semana. Os 553 casos representam 22 vezes mais que este número.



A planilha com o mapeamento da cidade costuma ser divulgada no início da semana. Mas os dados que aparecem no relatório são diferentes dos números divulgados diariamente pelo Prefeito Rodrigo Neves em suas lives e nas redes sociais da Prefeitura. O número de internações, por exemplo, no último boletim, divulgado neste sábado, 7, chegava a 85. No último relatório de monitoramento, datado de 29 de outubro, o número era outro: 241 internados, entre leitos e UTIS nas redes pública e privada..


O número de mortes também difere dos registros diários. Na planilha de monitoramento, tem oscilado entre 10 e 12, a cada sete dias, o que situa a cidade no estágio Amarelo-1. Com 13 mortes, como aparece nos boletins diários, a pontuação levaria ao Amarelo-2. A Secretaria de Saúde não explica a diferença dos dados


728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.