A volta do 'Rolerzão' e mais opções de lazer na Região Oceânica: programe-se

Restaurantes ao ar livre, pôr do sol e trilha são algumas das sugestões que você encontra na lista de programação do "A Seguir: Niterói"


Por Livia Figueiredo

Restaurante Aluá, em Piratininga. Foto: Reprodução/ Instagram


A Região Oceânica de Niterói, além de uma variedade de praias incríveis, oferece opções de lazer em espaços públicos e restaurantes ao ar livre, uma boa pedida para tempos de pandemia. O roteiro do A Seguir: Niterói desse fim de semana é todo voltado para atrações nessa áreada cidade. A meteorologia prevê que o fim de semana será de temperaturas mais altas e sol, tanto para sábado quanto para domingo. O clima tem tudo a ver com a volta do Rolerzão, na Orla de Piratininga. Depois de um intervalo de mais de um ano, o espaço de lazer reabre a partir desta sexta, um convite para quem estava com saudade de praticar atividades físicas como skate, patins e patinete.


Leia mais: Sábado é dia de mutirão de limpeza de rios e praias de Niterói


Confira a programação abaixo:

  • Rolerzão

Rolerzão antes da pandemia. Foto: Reprodução/Facebook


Quem estava com saudades do espaço dedicado a atividades de lazer na Orla de Piratininga aos fins de semana já pode comemorar. Depois de um intervalo de mais de um ano, o "Rolerzão" está de volta a partir desta sexta. Trata-se do fechamento de parte da pista para atividades como skate, patins, patinete e bicicleta. Uma espécie de Aterro do Flamengo em Niterói. O "Rolerzão" atraía moradores locais e de outros bairros, mas estava suspenso desde março do ano passado devido à pandemia. Com o avanço da vacinação, algumas programações que faziam parte da cena cultural da cidade, estão retornando de forma gradual como é o caso do fechamento de parte da Orla de Piratininga


De acordo com a Prefeitura de Niterói, o trecho da orla será fechado das 18h desta sexta (17) até às 22h de domingo (19). Depois o Rolerzão se repete aos fins de semana e feriado, seguindo os protocolos sanitários contra a Covid, como o distanciamento social e o uso de máscaras.

  • Almoço no restaurante Aluá

Mini quiche sem glúten de cebolas caramelizadas com queijo de castanha em cama de salada de pancs do jardim. Foto: Reprodução/ Instagram Aluá


Cozinha criativa, orgânica e vegetal. Essa é a tríade que contempla a proposta do restaurante Aluá. O estabelecimento, localizado em Piratininga, tem como foco a culinária artesanal, toda pautada na filosofia "slow food". A ideia é promover uma maior apreciação da comida, alimentos de qualidade, orgânicos e vegetais. Trata-se de um empreendimento feminino e sustentável. O conceito está em todos os processos envolvidos, desde as embalagens compostáveis, à gestão dos resíduos e à valorização de produtores locais na compra dos ingredientes.

Lasanha de berinjela, com molho de espinafre e parmesão de castanha. Foto: Reprodução/ Instagram Aluá


Entre as opções do cardápio, risoto de beterraba com tempeh em crosta de quinoa e burrata de castanha de caju, lasanha de berinjela, com molho de espinafre e parmesão de castanha, escondidinho de aipim com ragu de vegetais. Sucesso da casa, pesto de PANCS é feito todo com alimentos orgânicos, cultivados em um sistema agroflorestal no próprio quintal do estabelecimento. O prato consiste em um mix de folhas de batata doce, beldroega, rama de cenoura, manjericão. Tem também o rondelli de abobrinhas orgânicas, recheadas com um creme de tomates e castanhas, ao molho bechamel de PANCS e crocante de sementes.


Pesto de PANCS. Foto: Reprodução/ Instagram Aluá


Além de entradinhas, como coxinhas veganas, recheadas de jaca verde, pão de alho com maionese vegetal de alho e parmesão de castanha na ciabatta artesanal e mini quiche sem glúten de cebolas caramelizadas com queijo de castanha em cama de salada de PANCS do jardim.


O espaço respeita todos os protocolos de combate à Covid como o espaçamento entre mesas, álcool em gel 70% disponível em diversas áreas dos espaço, higienização das mesas. O espaço é aberto, arejado e cercado de natureza e funciona na Rua Pietro Farsoun 86, em Piratininga, às sextas-feiras das 18h às 22h e sábado e domingo das 12h às 18h.


  • Pizzaria Mostaro

Pizza "Sutil": molho de tomate, muçarela com lâminas de maçã caramelizada com mel, gorgonzola e amêndoas torradas. Foto: Reprodução/ Instagram Mostaro


Uma das pizzarias mais celebradas da cidade fica em Piratininga. O Mostaro é conhecido pelos seus sabores mais exóticos, fugindo dos ingredientes mais tradicionais, como é o caso da "Sutil", que combina molho de tomate, muçarela com lâminas de maçã caramelizada com mel, gorgonzola e amêndoas torradas. Tem também a "Inusitada", que consiste no molho de tomate, muçarela, caccio cavalo, alho negro, cebola roxa, grana padano e manjericão. E a "Intense", molho de tomate, muçarela especial, peito de perú, brie, geleia de pimenta e amêndoas torradas.

"Intense": molho de tomate, muçarela especial, peito de perú, brie, geléia de pimenta e amêndoas torradas. Reprodução/ Instagram Mostaro


Para aqueles que curtem uma entradinha, há quatro opções de focaccia (massa fina temperada com azeite, alecrim e parmesão, assada no forno à lenha). Uma das opções é veggie (molho de tomate, muçarela, queijo meia cura, abobrinha grelhada e alho negro), e as tradicionais torradas artesanais nos mais diversos sabores, como parmesão, gorgonzola e grana e parma.


A pizzaria fica na Avenida Almirante Tamandaré 707, em Piratininga, e funciona de domingo a quinta, das 18h às 23h, e sexta e sábado das 18h à meia-noite.


  • Jantar na Tutti Amicci

Canneloni al prosciutto e formaggio. Foto: Reprodução/ Instagram Tutti Amicci


A culinária italiana é o carro chefe da Tutti Amicci. As pizzas de sabores variados chamam a atenção do público. Há também opções de risotto, como o Gamberi con Zucchine (camarões frescos com abobrinha salteada na manteiga de ervas), nhoque, e o requisitado canneloni al prosciutto e formaggio, considerado um sucesso à parte da casa. A massa fresca com presunto e queijo é finalizado com um molho de tomate especial. Spaghettini al Salmone (Spaghettini coberto com saboroso molho de salmão e abobrinha) também é uma boa pedida. Para além das massas, há opções com carne, como o bife de ancho con patate.

Margherita Supreme. Foto: Reprodução/ Instagram Tutti Amicci


O restaurante também serve entradinha, como a bruschetta stravaganze, feita com pão italiano, alho, muçarela de búfala, presunto de parma e manjericão, além da tradicional. O croquete de carne também sai muito.


A Tutti Amicci fica na Estrada Francisco da Cruz Nunes 10711, em Itaipu, e funciona das 12h às 23h.

  • Costão de Itacoatiara

Costão de Itacoatiara. Foto: Reprodução Instagram


A temperatura um pouco mais amena e os dias claros são a combinação perfeita para subir o Costão de Itacoatiara, um dos pontos mais badalados de Niterói. A trilha fica no Parque Estadual da Serra da Tiririca, uma área de preservação ambiental que inclui também o Morro das Andorinhas, a Pedra do Elefante e a Enseada do Bananal. O local é muito procurado, principalmente nos finais de semana, tanto pelos caminhantes que sobem a crista inclinada, quanto pelos escaladores que se desafiam para chegar ao alto para apreciar a vista e o famoso pôr do sol.


A trilha que segue para o Costão de Itacoatiara e Enseada do Bananal começa no Posto de Recepção ao Visitante, localizado na Rua das Flores 24, perto da praia. Assim que entrar no portão do posto, siga pela trilha que sobe em paralelo a um muro por alguns metros para depois iniciar um curto ziguezague, que dura aproximadamente 10 minutos, até chegar ao colo do vale, cerca de 200m do início da trilha.


Nesse início a trilha segue em sentido leste, sob a mata. O trecho de trilha é considerado de nível médio e tem cerca de 2 km de extensão, incluindo a ida e a volta. Durante o percurso, você passará por trechos mais íngremes, sobre uma imensa rocha. Em alguns partes do caminho, há corrimãos para ajudar tanto na subida quanto na descida. Ao chegar, é só apreciar uma das vistas mais impactantes de Niterói.