Além de Niterói e do Rio, diversas cidades e estados ampliam restrições

Pandemia registra o pior momento no Brasil, com pico de contaminações e mortes de Norte a Sul do país


Colapso no sistema de saúde, uma tragédia que se repete por diversos estados do país


Além de Niterói e do Rio, várias cidades e estados do país também adotaram medidas mais restritivas para tentar conter o avanço da Covid-19 e o colapso da rede hospitalar. A capital do Rio anunciou toque de recolher das 23h às 5h, fechamento de bares e quiosques da orla, redução do horário do comércio, entre outras medidas. Na Região Serrana do Estado, Teresópolis também endureceu as regras na quarta-feira (3) e, com UTIs lotadas, está tendo de transferir pacientes com Covid para cidades vizinhas.


Saiba mais sobre o toque de recolher e outras medidas adotadas em Niterói


Leia também: as medidas restritivas que entram em vigor no Rio, capital


O anúncio de medidas restritivas, em todos os casos, foi determinado pelo aumento das contaminações e das mortes, com o consequente colapso ou risco de colapso do sistema de saúde. É o pior momento da pandemia no país também porque o colapso do sistema de saúde acontece ao mesmo tempo em diversos estados, de Norte a Sul. Veja alguns casos pelo país:


Saiba mais: novas variantes do vírus preocupam no Rio


Niterói


Horário de circulação na cidade fica restrito entre 23h e 5h por 15 dias. Bares e restaurantes terão de fechar às 18h, mas o comércio de rua e os ambulantes não serão muito afetados, já que poderão funcionar das 10h às 20h. Shoppings vão funcionar do meio-dia às 22h. Atividades esportivas coletivas serão proibidas nas praias, onde os quiosques terão de fechar.


Teresópolis


Rodízio de CPF para acesso a estabelecimentos comerciais e de serviços como clubes e academias. Decreto municipal também fixa o horário das 10h às 19h para funcionamento do comércio de rua. Após as 23h só será permitido o funcionamento de serviços veterinários, farmácias e postos de combustível. Proibido o consumo de bebida alcoólica em espaços públicos a qualquer horário do dia e da noite. Banho de sol e de piscina está proibido, exceto para prática esportiva acompanhada por professor. Escolas devem manter apenas aulas remotas até 21 de março.


São Paulo


Também na quarta-feira o estado de São Paulo anunciou que entrará na fase vermelha a partir de sábado e até pelo menos 19 de março. O governador João Dória afirmou que o estado está “à beira de um colapso na saúde”. Só serviços essenciais serão permitidos. Todo o comércio será fechado, com proibição de consumo em bares e restaurantes, academia, salões de cabeleireiro. Escolas e templos religiosos poderão abrir, o que provocou críticas sobre a permissão para funcionamento de igrejas.


Interior de São Paulo


Com UTIs lotadas, a cidade de Araraquara entrou em lockdown no dia 21 de fevereiro. Outros municípios paulistas também adotam restrições, além de o decreto do governador valer para todas as regiões com alto risco para Covid.


Minas Gerais


O governador Romeu Zema (Novo) também mandou fechar o comércio não essencial, além de determinar toque de recolher das 20h às 5h em duas regiões do estado que estão à beira do colapso no sistema de saúde por causa do aumento das internações por Covid-19. As medidas entraram em vigor na quarta-feira (3).


Rio Grande do Sul


O sistema de saúde entrou em colapso, com UTIs lotadas, sem vagas para novos pacientes com Covid. A situação dramática ocorre também na capital, Porto Alegre, que está tendo de transferir doentes para outros estados. Todas as regiões do estado estão na mais alta classificação de risco de contágio do coronavírus. Há toque de recolher entre 20h e 5h, período em que só serviços essenciais podem funcionar.


Santa Catarina


Também está tendo de transferir pacientes para outros estados. UTIs lotadas, sem vagas para novos doentes de Covid. Pelo menos trinta e cinco pacientes já morreram à espera de leitos especializados. Todas as regiões do estado estão em um nível gravíssimo para transmissão do coronavírus. Proibidas a permanência e a circulação de pessoas em praças, parques e praias. Serviços não essenciais terão fechar aos sábados e domingos.


Paraná


Também está numa espécie de lockdown, com proibição de atividades não essenciais até 8 de março e toque de recolher das 20h às 5h, além de escolas fechadas.


Alagoas


Como na maioria dos estados, o número de mortes por Covid tem batido recordes seguidos nas últimas semanas. Há toque de recolher e restrições maiores em cidades do interior.


Bahia


Toque de recolher das 20h às 5h até 31 de março. Na Região Metropolitana de Salvador só serviços essenciais podem funcionar. Venda de bebidas alcoólicas volta proibida no estado todo das 18h desta sexta às 5h de segunda, inclusive por delivery.


Pernambuco


Praias, parques e clubes sociais fechados nos fins de semana. Atividades não essenciais ficam proibidas das 20h às 5h, de segunda a sexta, e durante todo o fim de semana.


Ceará


Hospitais lotados, colapso no sistema de saúde. Atividades não essenciais estão suspensas em Fortaleza e há toque de recolher. Outros municípios com situação grave também adotaram medidas restritivas, inclusive lockdown em pelo menos quatro delas.


Paraíba

Há toque de recolher das 22h às 5h para diversas cidades em que a Covid está fora de controle. João Pessoa, a capital, fechou o acesso às praias. Bares e restaurantes só podem funcionar das 6h às 16h.


Maranhão


Também está com toque de recolher, das 22h às 5h, além de limitação para o funcionamento do comércio não essencial.


Piauí

Toque de recolher até 15 de março. Comércio fechado a partir das 22h.


Sergipe


Também suspendeu serviços não essenciais e proibiu a venda de bebidas alcoólicas durante os dois próximos fins de semana.


Acre


Comércio proibido aos sábados e domingos, e com horários reduzidos durante a semana.


Amapá


Lei Seca de sexta a domingo, toque de recolher das 22h às 5h, escolas fechadas, restrição de horários para comércio não essencial.


Amazonas


Está mantida a restrição de circulação de pessoas das 19h às 6h.


Pará


Toque de recolher das 22h às 5h e restrição do horário de funcionamento de restaurantes e lanchonetes, que deverão fechar às 18h por uma semana.


Tocantins


Palmas suspende, no sábado, todas as atividades não essenciais, entre outras medidas restritivas.


Goiás


Muitas cidades com comércio não essencial fechado e toque de recolher entre 20h e 5h.


Distrito Federal


Comércio não essencial fechado.