Amigos e fãs prestam homenagens ao ator Paulo Gustavo

Brasil lamenta perda do ator. As homenagens de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Mônica Martelli e uma cidade inteira de amigos


Por Livia Figueiredo

Da esquerda para a direita: Ingrid Guimarães, Paulo Gustavo e Tatá Werneck / Foto: Reprodução da internet


O falecimento do ator e humorista Paulo Gustavo, em decorrência de complicações da Covid, gerou enorme comoção nas redes sociais. Artistas e fãs do ator, que já vinham fazendo corrente pela sua recuperação, prestaram diversas homenagens nesta terça-feira (4). Nascido em Niterói, Paulo sempre demonstrou um talento nato para provocar riso nas pessoas. O ator ficou conhecido pelo monólogo "Minha mãe é uma peça", que chegou a virar um longa-metragem em 2013. Tornou-se o filme mais assistido do ano no Brasil, e em 2015, foi publicado como um livro pela editora Objetiva.


Paulo tinha uma legião imensa de fãs e sua força era tamanha que contagiava a todos em sua volta. Internado em decorrência da Covid-19 desde o dia 13 de março em estado crítico na UTI do Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, o ator apresentou uma piora do seu quadro devido a uma embolia pulmonar na noite de domingo (2). De acordo com o boletim médico, Paulo teve insuficiência cardíaca e lesões cerebrais devido a uma fístula bronquíolo-venosa. Ele ficou há um mês em tratamento com ECMO, espécie de pulmão artificial.


Artistas prestaram homenagem, lamentando uma morte tão precoce, e desejaram força para a família e marido de Paulo Gustavo, Thales Bretas. Paulo tinha 42 anos.


A atriz Mônica Martelli publicou em uma rede social que o ator foi muito bravo e que é hora de descansar. "Você transformou minha vida, você sempre irá me influenciar".


Caetano Veloso também usou suas redes sociais para falar da importância de Paulo para o Brasil. "O povo brasileiro, que encheu os cinemas para rir com Paulo Gustavo, está de luto. E deve revoltar-se contra os responsáveis por nossa vulnerabilidade frente à pandemia que tirou essa pessoa amada por representar nossa vocação para o SIM".



O cantor Zeca Pagodinho também lamentou a morte de Paulo Gustavo e prestou uma homenagem no seu perfil do Instagram.


"Toda a saudade é a presença de alguém", disse Gilberto Gil em um perfil de uma rede social. O músico lamentou a morte de Paulo, tão precoce.


O escritor e autor de novelas, Walcyr Carrasco, também prestou uma homenagem ao ator Paulo Gustavo:


A atriz Thais Araújo usou sua conta no Twitter para lamentar a morte de Paulo, em decorrência da Covid e declarou: "Ainda temos você, porque o que você construiu é eterno".


Nesta terça (4), um novo boletim médico informou que o ator estava com quadro irreversível, mas mantinha os sinais vitais. Às 21h12, no entanto, foi constatada a morte do ator.


Paulo Gustavo teve uma trajetória de enorme sucesso no teatro, na TV e no cinema, em produções como o campeão de bilheteria "Minha mãe é uma peça". Ele deixa o marido, Thales, e dois filhos pequenos, Gael e Romeu, além do pai, Júlio Marcos, da irmã, Juliana Amaral, e da mãe, Déa Lúcia Amaral, que inspirou a criação de Dona Hermínia.


Leia mais: Paulo Gustavo e Niterói, uma história de amor (aseguirniteroi.com.br)