As opções para surpreender o seu amor mesmo na pandemia em Niterói

Empreendedores, comerciantes e hotel se reinventam para agradar aos românticos


Por Carolina Ribeiro


Festa na caixa: vale tudo para surpreender o namorado ou namorada.


Restaurantes e bares lotados, shoppings e lojas decoradas e cheias de clientes. Este é um cenário que não poderá ser visto em Niterói no período de comemoração do Dia dos Namorados devido à pandemia do coronavírus. Com parte do comércio fechado por causa do risco de transmissão do vírus, o jeito foi se reinventar com o sistema de entregas e ideias diferentes para chamar a atenção. As medidas, no entanto, não devem suprir o prejuízo dos comerciantes.


O Dia dos Namorados pode ser comemorado de diversas formas, sempre de acordo com a identidade do casal. Há aqueles que preferem sair e comemorar juntos, aqueles que não abrem mão dos presentes, como roupas, perfumes e cosméticos, além de guloseimas. Há ainda quem prefira um presente especial, feito sob medida para o casal. Por isso, vale pesquisar várias ideias.


Por conta da pandemia, a restrição de circulação foi grande em Niterói para conter a transmissão do vírus em abril e maio. Neste período de quarentena, uma das iniciativas que mais fizeram sucesso foi a “festa na caixa”, que contém, em sua maioria, um bolo, docinhos e petiscos, como salgadinhos.


Sem poder fazer festas com convidados, a saída foi comemorar aniversários e outras datas com um bolinho em casa, apenas para os moradores da residência. Até as apresentações de artistas em lives ganharam espaço entre os cardápios dos empreendedores. A data mais romântica do ano não ficaria de fora.


A cake designer Bárbara Lima foi uma das empreendedoras que não deixaram a ‘peteca cair’ durante o isolamento social e ficaram de olho nas inovações. Seus próprios clientes pediram que ela começasse a preparar as caixinhas de guloseimas e no Dia dos Namorados não foi diferente. Além dos doces e salgados, a caixa também fornece taças para o brinde especial e fotos do casal.


- Na primeira semana da quarentena as encomendas de doces e bolos caíram um pouco, mas logo depois as pessoas começaram a procurar bastante. Agora, quando anunciei a “festa na caixa” do Dia dos Namorados foi chuva de comentários e pedidos, pois é algo simples e super diferente, mas com um valor mais acessível - contou Bárbara, que trabalha há anos neste segmento.


Outra iniciativa que parece ter sido resgatada com a quarentena foi a compra de cestas de café da manhã para presente. Devido à impossibilidade de estarem juntos ou de comemoraram com experiências fora de casa, muitos gostam de surpreender com um café da manhã reforçado. São vários tipos no mercado, desde as mais simples, com pães e frios, às mais sofisticadas. Nesse Dia dos Namoradas, as cestas ganharam ainda champanhe, chocolates e bichinhos de pelúcia.


O H Niterói Hotel preparou jantar especial e outras opções românticas


Mas, se a intenção dos casais for ousar e viajar, também há espaço e, o melhor, em Niterói. Com restaurante fechado durante a quarentena, o H Niterói Hotel, em Icaraí, pensou em duas possibilidades de comemoração especiais para os hóspedes. Na primeira delas, 10 casais poderão vivenciar um dia em uma cidade romântica (Santorini, na Grécia; Paris, na França; e Veneza, na Itália) degustando de um jantar inspirado na gastronomia local escolhida e a suíte terá, ao fundo, fotos e objetos clássicos que farão alusão ao lugar. Essa experiência está válida até 12 de julho.


Já no outro projeto, o casal que se hospedar na suíte master vai desfrutar de um jantar exclusivo no Rooftop do hotel, com direito a serenata musical ao som de violino clássico, além de uma equipe de filmagem para registrar o momento. Será um casal por noite entre os dias 11 e 14 de junho. Rodrigo Alvite, CEO do hotel e presidente do Polo Hoteleiro de Niterói, conta que as experiências foram criadas porque os casais querem comemorar em outro ambiente que não seja a casa deles.


- Muitos lugares não estão abertos, por conta da quarentena, e outros não conseguem oferecer a devida segurança. Pensamos que as pessoas estão cansadas de ficar em casa e gostariam de viajar neste momento, por isso, criamos a ideia das cidades românticas. Além disso, em situações normais, não reservamos a nossa cobertura para apenas uma suíte, pois temos outros hóspedes. Mas esta será uma ocasião especial, já que a cobertura está fechada durante o isolamento - contou, ressaltando que o hotel adotou medidas de sanitização para garantir a segurança de todos.


Prejuízo


Preocupado com a crise do comércio em Niterói, que já fechou mais de 100 lojas nos últimos meses, o presidente do Sindilojas Niterói, Charbel Tauil Rodrigues, criticou o anúncio da prefeitura de criar um "mega feriado" na próxima semana. O projeto de lei, que antecipa dois feriados do segundo semestre, foi aprovado na Câmara de Vereadores e segue para sanção do prefeito.


Para o presidente, a medida pode sacrificar ainda mais o comércio local, principalmente tão próximo ao Dia dos Namorados, uma vez que os lojistas já estão fechados há tanto tempo e poderão ainda ter que pagar hora extra no serviço de delivery.


- O Dia dos Namorados é uma data tradicionalmente importante para o comércio em geral. Mas este ano a situação é imprevisível em função não só da pandemia em si, mas devido ao fato de que os lojistas, já muito sacrificados pelo tempo de lojas fechadas, acabam de ser surpreendidos pela prefeitura com o mega feriado. O anúncio surgiu do nada, sem nenhuma conversa prévia com as entidades representativas do empresariado local. Além de esvaziar o pouco movimento comercial que se poderia ter, ainda por cima vai onerar ainda mais aqueles que estão tentando sobreviver de delivery, que terão que pagar horas extras em função dos feriados - comenta Charbel.


A estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio) é de que a pandemia afete mais uma data importante para o comércio no Dia dos Namorados. Estudo do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) revela que o volume de compras no comércio deve movimentar, aproximadamente, R$ 788 milhões na economia do estado. O valor é 42% menor que o estimado em 2019. Porém, é superior do que as vendas registrados em abril e maio.


Além disso, a pesquisa aponta que haverá redução no gasto médio com presentes - R$ 167,78 (2019) para R$ 148,90 (2020) - e no número de consumidores que devem presentear, de 8,1 milhões (2019) e 5,3 milhões (2020) de pessoas. Para o diretor do IFec RJ, João Gomes, o segmento de roupas e calçados foi um dos setores mais afetados pela crise.


- As empresas e os comerciantes do setor que resistiram à crise até agora vão ver o resultado de junho ser superior aos resultados observados em abril e maio em função da data comemorativa - ressalta em nota.


Os produtos preferidos nesta data são roupas (26,7%), perfumes e cosméticos (22,5%), calçados, bolsas e acessórios (20,3%), flores (15,5%), joias e bijuterias (9,6%), smartphones (6,4%), livros e ebooks (5,9%), televisão (2,1%) e computadores (1,6%).

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.