Avião que buscará 2 milhões de doses da vacina de Oxford para o Brasil tem voo adiado

Agora previsão é que aeronave decole para a Índia no fim da noite desta sexta-feira; chegada no Rio deve ser no domingo



O avião da Azul fretado pelo Ministério da Saúde para buscar 2 milhões de doses da vacina de Oxford na Índia, que deveria ter saído do Brasil nesta quinta-feira (13), foi adiado e só deve decolar no fim da noite de sexta (14). O voo sairá de Recife com destino à cidade indiana de Mumbai para buscar as doses importadas pela Fiocruz.


Leia também: vacinação começará às 10h do dia 20 de janeiro


Acordo da Fiocruz com a AstraZeneca permitirá a produção aqui no Brasil, mas as primeiras doses, dois milhões no total, estão sendo importadas da Índia. Junto com outras seis milhões de doses produzidas pelo Butantan em parceria com a chinesa Sinovac, são oito milhões de imunizantes que o Brasil espera ter para iniciar a vacinação na quarta-feira, 20 de janeiro. Como as vacinas serão entregues ao Ministério da Saúde e depois distribuídas aos estados, o Estado do Rio pode usar as de Oxford, já que a Fiocruz fica aqui.


Em nota, o Ministério da Saúde explicou sobre o atraso:


- O avião da companhia aérea Azul começará sua rota para buscar os dois milhões de doses da vacina contra a Covid-19 na Índia às 15h30m desta quinta-feira (14), decolando do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, São Paulo, com escala no Aeroporto de Guararapes, em Recife. A partida da cidade pernambucana para Mumbai, na Índia, foi reprogramada em algumas horas por questões logísticas internacionais e continua seu plano de voo nesta sexta-feira (15), às 23h.


O avião com a carga da vacina deve retornar ao Brasil no domingo, com chegada prevista para as 15h, no Aeroporto do Galeão, no Rio.