Bonnie e Clyde de Niterói: polícia procura mulher acusada de cometer roubos com o namorado

Verônica e Adriano são considerados o terror da Região Oceânica; ele foi preso no último sábado e ela está foragida


Adriano foi preso e Verônica continua foragida. Foto: Reprodução O Portal dos Procurados divulgou nesta segunda-feira (23), um cartaz para ajudar nas investigações da 79ª DP – Jurujuba – e obter informações que possam levar à prisão Verônica Soares Moreira Silva Campos. Ela é apontada como coautora de crimes cometidos pelo namorado, Adriano Py da Silva Cordeiro, o Sapatinho, de 34 anos, preso na manhã do último sábado (21), no bairro Monjolos, em São Gonçalo. Juntos, eles teriam praticado uma série de roubos e são considerados o terror da Região Oceânica. Depois da prisão de Adriano, Verônica passou a ser considerada foragida. O homem era apontado pelos investigadores como autor de pelo menos 20 roubos em Niterói e outros no Rio, com uso de violência. Verônica teria participado de alguns deles.


Por causa disso, a operação, que terminou com a prisão de Adriano, recebeu o nome de Bonnie e Clyde, casal americano que ficou famoso por cometer uma série de crimes na região central dos Estados Unidos, no fim dos anos de 1920.


Cartaz do Disque Denúncia. Foto: Divulgação Adriano já havia sido preso em flagrante pela prática do crime de roubo e possui três anotações criminais por crimes da mesma natureza. Verônica tem quatro anotações criminais, entre elas, roubo e receptação, e também já foi presa em outra ocasião.


- A gravidade dos delitos praticados pela dupla e a reincidência em sua prática, demonstra que o casal não se ressocializou após a prisão - declarou a delegacia da 79ª DP e responsável pela investigação, Raissa Celles. Contra o casal de assaltantes, foi expedido um mandado de prisão, pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Niterói, pelo crime de Roubo (Art. 157 - Cp); Prisão em flagrante. O Disque Denúncia recebe informações sobre a localização Verônica Soares, nos seguintes canais de atendimento: Zap do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099 (21) 2253 1177 ou 0300-253-1177 APP "Disque Denúncia RJ" Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/, https://twitter.com/PProcurados (mensagens). A 79ª DP – está encarregada do caso e inquérito criminal.