Brasil recebe 1º lote de vacinas da Pfeizer no dia que mortos por Covid passam de 400 mil

Atualizado: Mai 1

Já está no país 1 milhão de doses da nova vacina, suficiente para imunizar 500 mil pessoas


Vacinação em Niterói contra Covid


O Brasil ultrapassou nesta quinta-feira (29) a trágica marca de mais de 400 mil vidas perdidas para a Covid-19 desde o começo da pandemia no país. No mesmo dia, com tantas famílias em luto, uma boa notícia: chegaram ao Brasil as primeiras doses de uma nova vacina, a produzida pela farmacêutica americana Pfizer e pelo laboratório alemão BioNtech.


Leia também: Niterói suspende aplicação da segunda dose da Coronavac nesta sexta


Até agora, apenas estavam disponíveis no país, e com produção ainda limitada, as vacinas Coronavac (Butantan/Sinovac) e AstraZeneca (Fiocruz/Oxford).


O primeiro lote da Pfizer a chegar ao país tem 1 milhão de doses. Como é necessário reservar imunizante para a segunda dose, serão 500 mil brasileiros imunizados com a Pfizer desta primeira reserva.


A previsão é que os fabricantes entreguem ao Brasil o total de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer até o fim de setembro. As vacinas serão repassadas aos estados pelo Plano Nacional de Imunização.


As vacinas da Pfizer chegaram ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), na noite desta quinta (29). A carga com as doses será armazenada em 16 ultracongeladores, nos quais a temperatura fica em torno de -85°C, segundo o Ministério da Saúde.