Campanha de prevenção ao câncer de pele é divulgada na Ponte Rio-Niterói

Iniciativa entre a Fundação do Câncer e a Ecoponte vai durar até o fim do verão, em março

Por Gabriel Gontijo

Divulgação será nos outdoors da Ponte Rio-Niterói. Foto: Divulgação.


Com o intuito de alertar a população, a Fundação do Câncer, em parceria com a Ecoponte, concessionária que administra a ponte Rio-Niterói, exibe no outdoors da via uma campanha de proteção ao câncer de pele e contra a Covid-19. A mensagem faz referência ao jogo da velha, mostrando que cada um tem que seguir mantendo o distanciamento social, mas sem descuidar da prevenção do câncer de pele e ao novo Coronavírus. A campanha será veiculada na Ponte até março, quando termina o verão.


Com o tema "Faça da sua prevenção um hábito", a campanha da Fundação do Câncer alerta sobre os riscos do câncer de pele para o verão deste ano. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que 185.380 novos casos de câncer de pele (melanoma e não melanoma) podem surgir até 2022, sendo 87.970 em homens e 97.410 mulheres. Por isso, o INCA enfatiza que a melhor maneira de prevenir a doença é evitar a exposição ao sol, especialmente sem proteção. Além disso, o diretor-executivo da Fundação do Câncer, o médico Luiz Augusto Maltoni recomenda quais são os cuidados básicos.


- Evite a exposição entre 10 e 16 horas, use protetor solar e não esqueça a hidratação - orienta Maltoni.


Além da ação na Ponte, a Fundação do Câncer faz peças educativas nas redes sociais da instituição e destaca a importância da hidratação e da caminhada à sombra em dias de temperaturas altas, como promete ter esse verão.


O câncer de pele melanoma é o mais agressivo e raro. A exposição à radiação solar, câmaras de bronzeamento e a falta de proteção adequada da pele também estão ligadas ao seu aparecimento. No entanto, a ocorrência do melanoma é mais notada pelo aspecto escuro da lesão que costuma chamar atenção. Outra característica é o formato irregular, ou o surgimento de dores, coceira e descamação. Devido ao grande número de casos é importante ter atenção


Segundo o Ministério da Saúde, O número de mortes por câncer de pele melanoma no Brasil foi de 1.038 homens e 753 mulheres em 2020.


© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.