Campanha do vereador Leonardo Giordano (PCdoB) sofre ataque virtual

Apoiador do candidato sofreu ameaças de morte e registrou queixa na polícia


Leonardo Giordano, candidato à reeleição pelo PCdoB / Foto: Reprodução da internet


Um ataque virtual ao vereador de Niterói Leonardo Giordano (PCdoB), candidato à reeleição, e ao Reverendo Daniel Valente, na noite desta quarta-feira (28), resultou em uma queixa à Delegacia de Crimes Cibernéticos. Daniel pertence a uma liderança evangélica que apoia a candidatura de Leonardo. Recorrendo a palavras de baixo calão, ofensas e até ameaças de morte, 48 pessoas de 14 estados do país, e até mesmo de um número internacional, invadiram o grupo “Evangélicos com Leo Giordano” e postaram imagens pornográficas, ameaçando a divulgação do número do reverendo Daniel no site pornográfico xvideos.


Daniel Valente sofreu ameaças de morte, assim como sua família. Segundo Giordano, o episódio é um ato covarde de intolerância religiosa e uma tentativa de prejudicar uma campanha livre, que visa à discussão de ideias, mantendo o debate público em um nível elevado.


- O objetivo era escandalizar as pessoas e fazer com que saíssem do grupo. Pretendem assustar, intimidar e agredir suas sensibilidades e crenças. Isso é crime, uma agressão e uma forma de aviltar sua fé e suas crenças pessoais legítimas. É, além de um ataque à nossa campanha coletiva, um ataque às crenças e valores das pessoas que nos apoiam – declarou o vereador.


Segundo Leonardo, os criminosos foram removidos do grupo e denunciados à Delegacia de Crimes Cibernéticos, no Rio.


- Vamos proceder à denúncia porque não aceitamos absurdas tentativas de intimidação. Qualquer pessoa é livre para discordar de nossas ideias, mas ataques na internet, fake news e invasões de hackers com o propósito de escandalizar as pessoas que participam da democracia não podem ser aceitos como naturais – afirmou Giordano.




728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.