Casa do Empreendedor de Niterói vai passar por modernização

Espaço teve pico de atendimentos em 2021: mais de 3 mil atendimentos presenciais entre janeiro e junho

Casa do Empreendedor de Niterói. Foto: Prefeitura de Niterói


Com pico de atendimentos em 2021, a Casa do Empreendedor de Niterói se prepara para modernizar sua estrutura de funcionamento. A equipe do espaço, que de janeiro a junho teve mais de 3 mil atendimentos presenciais, está passando por capacitação para funcionar com um novo sistema de relacionamento com o público já a partir do segundo semestre. A expectativa é de que ainda este ano todos os atendimentos da Casa do Empreendedor sejam previamente agendados.


Leia mais: Cidades se organizam no combate à violência contra a mulher; saiba como se proteger


O espaço oferece serviços de apoio para o microempreendedor individual, como a abertura de cadastro dos MEIs; alteração de dados cadastrais; viabilidade de local; alvarás; nota fiscal eletrônica; declaração de faturamento e parcelamento. No mesmo dia da regularização, graças ao Alvará Fácil, o microempreendedor já pode emitir nota fiscal.


O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Américo Diniz, explica a modernização do funcionamento do espaço pretende amplificar as possibilidades de geração de resultados tanto para os empreendedores, quanto para a Casa.


— Essa parceria com o Sebrae vai permitir que o espaço passe a atender com cada vez mais foco no empreendedor. A modernização da Casa do Empreendedor acompanha o processo de inovação da cidade — destaca.


Uma das metas com o novo sistema é aumentar o número de atendimentos por agendamento. Atualmente, pouco mais de 10% dos atendimentos do espaço são feitos mediante programação prévia, o que prejudica a qualidade da orientação ao público. As rotinas de monitoria que serão implantadas vão avaliar a qualidade desses atendimentos. Esses registros também vão embasar análises sobre o cenário do empreendedorismo na cidade.


Desempenho


No comparativo com o ano passado, em 2021 a Casa do Empreendedor aumentou em 50% o número de alvarás emitidos no primeiro semestre. Foram 1.687 novas licenças que permitem o exercício de certas atividades, como comércio. O pico de emissões de alvarás, nos últimos 12 meses, foi em maio deste ano.