CHN passa a fazer parte da maior rede de saúde integrada do país

Complexo Hospitalar de Niterói, no Centro, terá novo modelo de gestão em saúde

O diretor-geral do CHN, Marcus Vinicius Ribeiro de Souza Martins. Foto Divulgação


Mudanças na gestão de saúde privada em Niterói. O Complexo Hospitalar de Niterói (CHN) passa a fazer parte da Dasa, a maior rede de saúde integrada do Brasil. A partir de agora, Dasa, Ímpar e GSC tornam-se uma só empresa, que promete mais eficiência na prevenção e no tratamento.


No total, a Dasa tem 13 hospitais de referência e mais de 59 marcas entre medicina diagnóstica, distribuídas em mais de 900 unidades no país, além da coordenação de cuidados e inovação assistencial.

- A unificação com a Dasa representa um novo momento para o hospital. Reforça seu posicionamento como referência em medicina de alta complexidade e também se representa novo modelo de gestão, que vai promover jornada integral de cuidado, por meio de um ecossistema de saúde mais sustentável, preventivo e preditivo. Isso resulta em uma experiência positiva e resolutiva para médicos e pacientes, além de promover mais acesso à saúde - diz o médico Marcus Vinicius Ribeiro de Souza Martins, diretor-geral do CHN.

O novo modelo integrado de gestão assistencial está baseado em tecnologia e inteligência de dados, segundo a direção. Médicos e pacientes passam a ter a unificação de históricos de saúde com uma jornada mais simplificada, eficiente e positiva.


- Contar com esse gerenciamento de dados traz um ganho exponencial à rotina assistencial, já que, assim, é possível avaliar, de forma estratégica e com competência técnica, toda a jornada do paciente dentro da companhia e oferecer soluções para o melhor desfecho clínico - explica o diretor-geral do CHN.

Para apresentar à sociedade o novo modelo de ecossistema foi criada uma campanha de comunicação integrada, com o slogan “Dasa é para toda a vida”. O CHN promete nova cultura da medicina personalizada que integra prevenção e atenção primária, diagnóstico precoce e medicina de alta complexidade.

Complexo de Niterói é o maior do Estado do Rio


Em termos de serviços, o CHN permanece o mesmo: o maior conglomerado de saúde do Estado do Rio de Janeiro, com 42 mil metros quadrados e 364 leitos, distribuídos em cinco unidades que são referência em atendimento de alta complexidade e ambulatorial, com foco em transplante, medicina cardiovascular, oncologia, neurologia e cuidado materno-infantil.

Atualmente, o hospital está entre os dez melhores do Brasil e em 48º da América Latina, eleito pela revista AméricaEconomía Intelligence. Além disso, o CHN é o quarto hospital que mais realiza transplantes de medula óssea (TMO) no país entre as unidades públicas, privadas e filantrópicas, de acordo com o último Registro Brasileiro de Transplante, relatório publicado pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, e a maior unidade de TMO do Rio de Janeiro, responsável por mais de 70% dos procedimentos.