Cláudio Lins canta e celebra obra de Chico Buarque no Theatro Municipal nesta sexta e sábado

Ator e cantor faz um apanhado das músicas de sucesso da carreira de Chico, com um repertório voltado para composições para peças musicais ou balés


Por Livia Figueiredo

Cláudio Lins canta Chico Buarque / Foto: Divulgação


Fãs de Chico Buarque terão uma programação especial nesta sexta e sábado (11), às 19h, no Theatro Municipal de Niterói. No "Chicoteatro", o ator e cantor Cláudio Lins faz um grande apanhado das músicas de sucesso da carreira do mestre da MPB, com um repertório voltado para canções compostas especialmente para peças musicais ou balés. Acompanhado pelo pianista Heberth Souza, Cláudio faz uma releitura da vasta obra de Chico. Os ingressos podem ser comprados pelo site da Sympla.


Leia mais: Avanço da vacinação traz comércio de Niterói de volta aos trilhos


Ainda na faculdade, Chico musicou a monumental obra "Morte e Vida Severina", de João Cabral de Melo Neto. Depois, vieram clássicos como "Roda Viva", "Calabar", "Gota D’água", "Ópera do Malandro", "O Corsário do Rei", "Cambaio", além dos balés "O Grande Circo Místico", que posteriormente viraria musical e filme.


A apresentação é uma forma de conhecer mais sobre o espetáculo Gota D'água e sobre sua protagonista Bibi Ferreira, antes de entrar em contato com letras e melodias tão intensas. Ou até mesmo entender os dramas e as polêmicas em torno da mega-produção "O Corsário do Rei", antes de ouvir algumas de suas canções mais marcantes. O espetáculo "Chicoteatro" também revela como muitas das canções da "Ópera do Malandro" se tornaram grandes sucessos da obra de Chico.


No palco, além de cantar, Cláudio imprime toda a sua vivência de ator de teatro, cinema e televisão para encarnar personagens masculinos e femininos. Ao cantar "Viver de amor", da Ópera do Malandro, Cláudio Lins aproveita para homenagear sua mãe Lucinha Lins, que encarnou a personagem Vitória Régia numa grande montagem em 2003.


Devido à pandemia da Covid, o Theatro funciona com ambas as entradas com fila demarcada, respeitando as medidas de distanciamento social, a fim de evitar aglomerações. As entradas são abertas 15 minutos antes do início do espetáculo e são fechadas 15 minutos após o término.


Leia também: Todo dia é dia de feira: nova forma de se relacionar com alimentação resgata o comércio em Niterói


Protocolos sanitários


- A entrada e a saída do público são feitas por ambas as entradas do espaço, com a fila demarcada, respeitando as medidas de distanciamento social, a fim de evitar aglomerações. As entradas são abertas 15 minutos antes do início do espetáculo e fechadas 15 minutos após o término;


- A temperatura do público é aferida na entrada e, caso esta temperatura esteja acima de 37,2ºC, a pessoa não pode entrar no teatro;


- Todas as dependências têm a sinalização de dispensadores e borrifadores com álcool 70 e tapetes de higienização;


- O acesso ao espaço apenas acontecerá mediante o cumprimento das normas de segurança indicadas nos cartazes e banners;


- É obrigatório o uso de máscaras pelo público durante todo o tempo de permanência nas dependências do teatro;


- Os assentos das cadeiras estão isolados para que haja o distanciamento de 2 metros entre cada espectador;


- No foyer, a presença está limitada a 4 pessoas.


Serviço:


Chicoteatro: Cláudio Lins canta Chico Buarque

Data: 10 e 11 de setembro de 2021

Horário: Sexta e sábado às 19h

Ingresso: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia) pelo site da Sympla

Duração: 75m

Classificação etária: livre


Teatro Municipal de Niterói

Rua XV de Novembro, 35, Centro, Niterói-RJ

Tel: (21) 2620-1624