Colégio de referência em Niterói fecha as portas por falta de segurança

Colégio Estadual Brigadeiro Castrioto fica em São Lourenço e tem sido alvo constante de violência

Cebric está fechado por falta de segurança. Reprodução/Google


Referência em Ensino Médio e parceiro da Universidade Federal Fluminense (UFF), o Colégio Estadual Brigadeiro Castrioto (Cebric), em São Lourenço, Niterói, fechou por tempo indeterminado depois de sucessivas invasões e outros episódios de violência. As informações foram divulgadas por alunos e responsáveis, que pedem ajuda do poder público para aumentar a vigilância na unidade e no entorno e reverter a situação.


"O colégio está sofrendo invasões diárias de bandidos, ameaçando funcionários que trabalham no local. Na última invasão eles roubaram tudo e os ítens de menos valor eles quebraram como cadeiras, mesas etc", diz um internauta numa postagem que viralizou na últimaquarta-feira.


Na sequência, o usuário da rede social cobra ação da Prefeitura de Niterói, mas a segurança pública, ainda mais no caso de uma unidade estadual de ensino, é de responsabilidade da Polícia Militar.


O A Seguir: Niterói entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação e a Polícia Militar para saber se alguma providência está sendo tomada para reforçar a vigilância e garantir a segurança dos alunos.


A Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que não houve acionamento do 12ºBPM para os casos relatados. Mas que "de forma preventiva, o batalhão de Niterói intensificou o policiamento na região".


A Secretaria de Estado de Educação, por sua vez, informou que as direções de unidade são orientadas a registrar ocorrência em delegacias e batalhões. A pasta confirmou, no entanto, que o Cebric permanece aberto para atividades administrativas.


"De acordo com a direção do Colégio Estadual Brigadeiro Castrioto, a unidade permanece aberta para atividades administrativas, como a retirada de material pedagógico e do kit alimentação, além de entrega de documentos e matrícula de alunos, mediante agendamento prévio junto à direção escolar. As aulas estão acontecendo somente de forma remota, pelo aplicativo Applique-se".