Diretora de policlínica celebra vacinação ampliada: 'Dia muito especial'

Posto Carlos Antônio da Silva, no Centro, foi um dos abertos para imunizar profissionais da saúde idosos nesta quinta-feira

Por Livia Figueiredo


Médica Maria Lucia Nicolau celebra a vacinação. Foto: Divulgação


A nova etapa de vacinação em Niterói, que amplia o público alvo que terá direito à vacina contra Covid-19, começou nesta quinta-feira (28) com extensas filas pela cidade. Mesmo com os termômetros marcando altas temperaturas, a diretora da Policlínica Carlos Antônio da Silva, localizada na Avenida Jansen de Melo, perto da ponte Rio-Niterói, disse que o movimento na unidade começou desde cedo, às 6h30, quando profissionais de saúde com mais de 60 anos já formavam fila do lado de fora da unidade à espera da vacina.


— É um dia muito especial, acordei feliz e vim trabalhar para dar continuidade à nossa imunização. O importante é o vírus parar de circular e fazer com que toda a população seja vacinada. Eu me sinto muito feliz e grata por fazer parte desse momento histórico. Só temos a agradecer a todos os pesquisadores e profissionais que fizeram parte desses estudos. Agradecemos também ao SUS por ter trazido a vacina para todos nós indiscriminadamente – diz a diretora da Policlínica Carlos Antônio da Silva, Gisela Mureb.


Gisela relata que trabalhou o ano inteiro de 2020 no sufoco, querendo fazer alguma coisa pela comunidade, sem poder. Ela diz que dias como o de hoje são para serem comemorados como vitória da ciência. Até o começo desta tarde foram vacinados 360 profissionais de saúde na unidade.


Ex-diretora do Hospital Getulinho, ex-coordenadora do Programa Médico de Família de Niterói e ex-diretora da Policlínica de Jurujuba, a médica Maria Lucia Nicolau, de 66 anos, diz que a vacinação é uma vitória a ser celebrada e que a Policlínica Carlos Antônio da Silva estava em clima de festa nesta quinta.

— A diretora estava numa alegria que contagiava todo mundo. Foi tudo muito organizado, o ambiente limpíssimo. Eu acho que a vacinação foi bem tranquila. Fiquei muito feliz de ter sido vacinada. Tenho alguns colegas que foram se vacinar no Rio ontem, quando abriram a vacinação para outras categorias da saúde. Mas eu fiz questão de me vacinar em Niterói — declarou.


Nesta etapa da vacinação, são admitidos profissionais de saúde idosos com mais de 60 anos. A partir de segunda-feira (1/02), as salas de vacinação serão abertas também para os demais profissionais, independente da idade.


Segundo a ex-Secretária Municipal de Saúde e atual vice-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcelos, a Prefeitura de Niterói disponibilizou 500 doses de vacina para cada uma das quatro policlínicas da cidade, nesta quinta. São elas: Policlínicas do Barreto, de Itaipu, Carlos Antônio da Silva, próximo à ponte, e Sérgio Arouca, na Vital Brazil. No posto Sérgio Arouca, onde ela estava por volta de 12h, todas as vacinas destinadas à unidade já tinham sido aplicadas.

Movimentação intensa na Policlínica Sérgio Arouca por volta de 11h desta quinta (28) / Foto: Divulgação


Conforme divulgado no A Seguir Niterói, as filas dobraram o longo quarteirão nas primeiras horas da manhã na Policlínica Regional Sérgio Arouca.


A Prefeitura de Niterói ainda não informou se irá enviar mais doses às unidades amanhã.