Eleitores de Niterói desaprovam governos de Bolsonaro e Witzel

Pesquisa mostra que rejeição ao governador afastado chega a 87%; já avaliação sobre Presidente é mais dividida

O Governador Wilson Witzel e o Presidente Bolsonaro em 2019, antes do rompimento. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil


A consulta realizada pelo instituto Paraná Pesquisas nesta quinta-feira (3) mostra que o Governador Wilson Witzel (PSC), atualmente afastado do cargo pelo STJ, é rejeitado pela maioria dos niteroienses, com taxa que chega a 87% de desaprovação. Já o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido), embora seja desaprovado pela maioria, também é bem aprovado na cidade. É um cenário diferente da eleição de 2018, quando ambos os políticos foram bem votados na cidade.


Quando perguntados, de forma espontânea, se a “administração do Governador Wilson Witzel está sendo ótima, boa, regular, ruim ou péssima?”, 63,5% dos eleitores de Niterói responderam que a administração é péssima. Regular ficou em segundo lugar, com 14,9%, seguido de administração ruim (13,6%) e boa (4,8%). Não sabem ou não responderam são 2,6%. Apenas 0,6% optaram por ótima administração.


Saiba mais detalhes sobre a pesquisa: Axel Grael sai na frente, mas em empate técnico com Felipe Peixoto em Niterói


Já na pergunta “De uma maneira geral, o sr. diria que aprova ou desaprova a administração do Governador Wilson Witzel até o momento?”, 87,7% disseram que desaprovam, enquanto somente 8,5% aprovam. Não sabe ou não opinou teve 4,5% das respostas. Entre os eleitores, a população masculina (89,5%) desaprova mais do que as mulheres (84,9%).


Já na faixa-etária, a desaprovação é de 87,7% entre 16 e 24 anos; 89,7% entre 25 e 34 anos; 88,9% entre 35 e 44 anos; 90,3% entre 45 e 59 anos; e 80,3% acima de 60 anos. Aqueles eleitores com Ensino Superior, são os que mais desaprovam, com 92%, seguido de eleitores com Ensino Médio (85,2%) e depois o Fundamental (80,7%). Entre a População Economicamente Ativa (PEA), a rejeição é de 87,3% e não PEA de 86,4%.


A pesquisa aconteceu entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro, depois que Wilson Witzel já havia sido afastado do cargo pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), por suspeita de irregularidades e desvios na saúde. Na última quarta-feira (2), a Corte Especial do STJ decidiu manter Witzel afastado por 14 votos a 1.

Em 2018, Witzel teve votação expressiva em Niterói. No primeiro turno, foi o mais votado entre os candidatos, com 103.164 votos, cerca de 38,31% do total. Já no segundo turno, Eduardo Paes (DEM) ganhou por pouco, com 50,99% dos votos (135 mil), contra 49,01% de Witzel, eleito com 129.782 votos somente em Niterói.


Presidente


A pesquisa também buscou a opinião dos eleitores de Niterói sobre a administração do presidente Jair Bolsonaro. Neste cenário, a cidade aparenta estar mais dividida. Quando perguntados se a “administração do Presidente Jair Bolsonaro está sendo ótima, boa, regular, ruim ou péssima?”, 39,4% das respostas foram negativas, sendo 32% péssima e 7,4% ruim. Por outro lado, 34,4% responderam positivamente, sendo 21,1% boa e 13,3% disseram ótima administração. Regular foi a opção de 24,3% dos eleitores e não sabe ou não opinou, 2%.


Já na pergunta “De uma maneira geral, o sr diria que aprova ou desaprova a administração do Presidente Jair Bolsonaro até o momento?”, 49,3% disseram que desaprovam e 46% aprovam sua administração. Não sabe ou não opinou somam 4,8%. Bolsonaro é mais apoiado entre os homens (55,4%) e mais desaprovado entre as mulheres (56,8%)


Saiba: Felipe Peixoto aparece com rejeição maior que Axel Grael para Prefeito de Niterói, diz pesquisa


Na faixa-etária, a opinião é mista. Bolsonaro é mais desaprovado entre os mais jovens, de 16 a 24 anos (59,3%) e de 25 a 34 (56,8%), porém melhor aprovado nas demais idades: 49% entre 35 e 44 anos; 49,8% entre 45 e 59 anos; e 48,8% acima de 60 anos.


Em relação à escolaridade dos eleitores, o índice é bem dividido. Está empatado em 47,6% de aprovação e não aprovado daqueles com Ensino Fundamental, 47,6% de reprovação contra 46,6% de aprovação entre o Ensino Médio, sendo mais aprovado entre aqueles com Ensino Superior: 51,7% contra 44,6% de aprovação. Entre a População Economicamente Ativa (PEA), a rejeição é de 48,7% e aprovação de 47,3%, já de não PEA, há mais pessoas que desaprovam (50,2%) do que aprovam (43,7%).


Niterói deu 53,40% dos votos para Jair Bolsonaro no primeiro turno da eleição presidencial, contra 21,26% a Ciro Gomes (PDT) e 14,38% a Fernando Haddad (PT). No segundo turno, Bolsonaro chegou a 62,46% dos votos dos niteroienses e o petista, a 37,54%.


A pesquisa abrange os eleitores de Niterói acima de 16 anos, divididos por sexo, faixa etária, grau de escolaridade, nível econômico e posição geográfica. Para a realização da pesquisa, foram entrevistados 800 eleitores por meio de ligação telefônica entre os dias 29 de agosto a 02 de setembro. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº RJ- 05322/2020. A amostra tem o grau de confiança de 95% para uma margem de erro estimada em 3,5% para os resultados gerais.