Escolas da rede pública de São Gonçalo retornam na próxima semana com sistema híbrido

Retorno presencial será opcional e está previsto para ser adotado a partir da próxima segunda-feira, 1º de março


Por Livia Figueiredo

Retorno as aulas do Colégio Municipal Presidente Castelo Branco / Foto: Lucas Alvarenga


A partir da próxima semana, as escolas da rede pública de São Gonçalo estão autorizadas a retornar suas atividades presenciais em um esquema híbrido. As aulas da rede municipal de ensino iniciaram no dia 8 de fevereiro, de maneira remota. O sistema híbrido já estava previsto para ser adotado na próxima segunda (1) após análise conjunta do secretariado, conselhos, sindicatos e novo parecer da Secretaria Municipal de Saúde. O decreto de autorização ao retorno das aulas presenciais havia sido publicado no dia 29 de janeiro, pelo prefeito Capitão Nelson. Em Niterói, o retorno das aulas municipais, seja no sistema híbrido ou apenas remoto, está previsto para o dia 25 de março.


A Prefeitura de São Gonçalo, por meio da Secretaria de Educação, iniciará a avaliação diagnóstica, entrega do cartão alimentação aos alunos, com as cargas referentes ao mês de fevereiro, além do material pedagógico a ser utilizado no ano letivo.


Escala de alunos


As aulas serão realizadas em revezamento de grupos, dividindo 50% dos alunos em cada modelo de ensino, presencial e remoto, de acordo com a capacidade do espaço físico. Além disso, o sistema híbrido terá início com o acolhimento dos professores e serão passadas orientações pertinentes aos cuidados a serem observados no retorno.


O retorno às aulas no sistema híbrido será opcional. Para aqueles que preferirem não voltar ao modo presencial neste momento, as aulas serão mantidas somente de maneira remota, como vem acontecendo desde o dia 8 de fevereiro. Os professores com mais de 60 anos ou com comorbidades comprovadas por meio de laudo técnico vão seguir no sistema remoto, independente da opção escolhida pelo aluno. Não haverá diferenciação de conteúdo nos dois modelos de ensino.


Em nota, a Prefeitura de São Gonçalo informa que retorno dos alunos ao ambiente escolar será realizado de forma gradual e segura, de acordo com a realidade de cada unidade. Segundo a Secretaria de Educação, todas as unidades do município estão em fase final de ajustes para que atendam os protocolos de segurança em relação à pandemia. Entre os protocolos está prevista uma série de medidas de segurança relacionadas à alimentação dos alunos e transporte escolar. Os veículos deverão ter desinfecção periódica e higienização a cada troca de turno e o número de alunos transportados também deverá ser reduzido.


Quanto aos profissionais da Educação, o retorno presencial está condicionado à testagem dos funcionários. Será elaborado um plano de trabalho remoto para os professores e funcionários que se encontram no grupo de risco da Covid-19.


- Estamos passando por um momento educacional atípico, viabilizando possibilidades para um retorno com segurança para nossos alunos e profissionais. Temos trabalhado muito no sistema remoto, e no híbrido não será diferente - concluiu a secretária de Educação, Lícia Damasceno.


De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou nesta quinta-feira (25) sete óbitos em decorrência do novo coronavírus, chegando a 1.415 no total.


Até o momento, São Gonçalo contabiliza 54.503 casos confirmados, 50.232 curados, 50 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 2.806 em quarentena domiciliar, além de 50 óbitos em investigação.