Estado do Rio adota toque de recolher das 23h às 5h para evitar colapso

Medidas valem até a próxima quinta, quando situação será reavaliada; municípios podem definir suas restrições, como fizeram Rio e Niterói

Foto: Livia Figueiredo


O governo do estado do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira que vai restringir o funcionamento de estabelecimentos e a permanência de pessoas em espaços públicos entre as 23h e as 5h, para conter o aumento de internações e casos de covid-19. A medida, decidida em conjunto com prefeituras fluminenses e representantes do setor produtivo, é considerada preventiva e será publicada em decreto ainda nesta sexta-feira. O período de fechamento vai vigorar até a da próxima quinta-feira, dia 18 , quando a decisão será reavaliada. Os municípios, no entanto, podem definir suas próprias restrições, como já ocorreu com Rio e Niterói.


Leia mais: Taxa de isolamento social em Niterói é das piores desde o começo da pandemia


Ao anunciar as medidas, o governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, afirmou que o decreto é um balizador para os municípios e busca evitar o colapso do sistema do saúde. Castro destacou que as medidas foram tomadas com a taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para covid-19 em 73%. Na capital, porém, a ocupação dos leitos chegou ontem a 93%.


— Não me recordo de outro estado que tenha tomado medidas com a taxa de ocupação assim. Estamos trabalhando preventivamente para não chegar ao colapso — disse Castro, que se reuniu com prefeitos e empresários no Palácio Guanabara.


Confira as medidas restritivas do Governo do Estado


  • Fica proibido permanecer em espaços públicos das 23h às 5h;

  • Bares e restaurantes só poderão funcionar até as 23h, sem pista de dança e com 50% da capacidade;

  • Após as 23h, vendas serão por entrega ou drive-thru;

  • Venda de bebida alcoólica será restrita aos clientes sentados;

  • Ficam proibidas boates, casas de shows e rodas de samba;

  • Academias, museus e casas de festas só podem receber metade da capacidade de público.