Exposição faz uma viagem virtual pela Niterói do século passado

Mostra no Museu Antônio Parreiras reúne paisagens emblemáticas da cidade


Por Suzana Moura

Igreja do Saco de São Francisco, 1925, Lucilio de Albuquerque


Já se flagrou imaginando como seriam as paisagens de Niterói anos atrás? É possível matar a curiosidade com a exposição virtual "Terras Fluminenses", no Museu Antônio Parreiras, no Ingá. A mostra reúne 80 pinturas, desenhos e gravuras em óleo sobre tela, pertencentes aos acervos do próprio museu, da Casa da Marquesa de Santos e do Museu do Ingá.


As três instituições assinaram a curadoria da exposição, realizada pela Funarj e dividida em quatro regiões-tema: “Nas águas da Guanabara”, “Vistas do Rio de Janeiro”, “Niterói, de Arariboia a Niemeyer” e “Cidades Fluminenses - do litoral às serras”.

Realizada no Museu do Ingá, de julho de 2018 a setembro de 2019, a mostra está agora em versão especial para a internet - devido à pandemia - e convida para um verdadeiro passeio virtual ao passado.


No ar desde 25 de setembro, a exposição vai até 2021, ainda sem data para término. Legendada e 100% narrada, a mostra nos faz mergulhar na história da cidade de Niterói e conhecer ainda mais sobre a história local.


Douglas Fasolato, um dos curadores e coordenador de museus da Funarj, explica que a ideia foi realizar um recorte das paisagens do Rio de Janeiro, usando as histórias das cidades e mostrando como elas se complementam.


-Ter Niterói nesta exposição é de suma importância, pois a cidade faz parte da construção artística e cultural do Estado. Muitos artistas possuíam o ateliê na região, e além disso, não há como separar a Baía de Guanabara de Niterói, elas são unificadas e totalmente interligadas - diz.


São Domingos, 1919, Antônio Parreiras


Morro do Cavalão, século XX, Lucilio de Albuquerque


O curador salienta ainda que a mostra tem grande potencial para o estudo das paisagens do Rio e que mesmo sendo de forma on-line, acabou viabilizando ainda mais para que chegasse a um número maior de pessoas.


-Ter "Terras Fluminenses" de maneira virtual cumpre o papel de promover a aproximação da cultura para todos. A contribuição é além do conhecimento, ela passa a ser também de caráter educativo, pois muitas instituições de ensino já estão entrando em contato para saber um pouco mais das gravuras e desenhos expostos.

Douglas ressalta que é necessário que a distância das pessoas com os museus sejam diminuídas.


-Muitas pessoas estão acessando a página para ter acesso à mostra e isso é maravilhoso. Foi preciso um cenário de pandemia para nos trazer para esse caminho e que tomara, seja sem volta. Que as pessoas cada vez mais acessem cultura e arte no seu cotidiano - conta.


Para acessar essa verdadeira viagem ao passado, basta acessar a página: https://www.terrasfluminenses.com/ e viajar pelas paisagens de Niterói e Rio de Janeiro.


© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.