Governo conta com entrega de mais de 39 milhões de doses de vacina em março

Quantidade afasta risco de novas suspensões na campanha, mas cronograma está sujeito a alterações

Vacina de Oxford/Astrazeneca. Divulgação


O Plano Nacional de Imunização (PNI) deve, enfim, ganhar fôlego ao longo do mês de março. É que o Ministério da saúde conta com entregas de laboratórios que totalizam 39,1 milhões de doses de vacinas nas próximas semanas. A quantidade deve afastar o risco de novas paralisações nas campanhas de vacinação dos estados e municípios.


Leia mais: Estado do Rio recebe mais 249 mil doses de Coronavac nesta quarta


Em comunicado, o Ministério da Saúde ainda não detalha os critérios de distribuição das vacinas e deixa claro que o planejamento depende da chegada de imunizantes ao país. As mais de 39 milhões de doses também não dependem do contrato que deve ser assinado nos próximos dias com Pfizer e Janssen para aquisição de seus respectivos produtos.


Confira o cronograma do Ministério da Saúde para aquisição de vacinas:


  • Fiocruz (vacina AstraZeneca/Oxford)

Março: 2 milhões (importadas da Índia) + 3,8 milhões (produção nacional com IFA importado)

Abril: 2 milhões (importadas da Índia) + 30 milhões (produção nacional com IFA importado)

Maio: 2 milhões (importadas da Índia) + 25 milhões (produção nacional com IFA importado)

Junho: 2 milhões (importadas da Índia) + 25 milhões (produção nacional com IFA importado)

Julho: 16,6 milhões (produção nacional com IFA importado)

  • Instituto Butantan (vacina Coronavac/Sinovac)

Março: 22,7 milhões

Abril: 12,9 milhões

Maio: 6 milhões

Junho: 6 milhões

Julho: 13,5 milhões

  • Covax Facility

Março: 2,6 milhões (vacina importada da AstraZeneca/Oxford)

Até maio: 8 milhões (vacina importada da AstraZeneca/Oxford)

  • Precisa Medicamentos (vacina Covaxin/Barat Biotech/IND)

Março: 8 milhões (importadas da Índia)

Abril: 8 milhões (importadas da Índia)

Maio: 4 milhões (importadas da Índia)

Total: 20 milhões de doses