Mapa de risco da Covid no Estado coloca Niterói em alerta vermelho

Aumento de casos, lotação de hospitais e mortes em São Gonçalo botam Região Metropolitana II em risco alto

No mapa de risco do Estado, o alerta Vermelho é o mais alto risco antes do Roxo, só atingido no pico da pandemia


O Mapa de Risco da Covid no estado do Rio de Janeiro classifica Niterói - e os demais municípios d Região Metropolitana II, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Tanguá e Rio Bonito - no estágio vermelho, que significa risco alto de contágio da Covid-19. A Região Metropolitana I, Rio e Baixada Fluminense, que também vinha sendo classificada com risco baixo nos últimos boletins, voltou a figurar entre as regiões com bandeira laranja, risco moderado.


A classificação, feita pelo governo do estado, a partir dos indicadores recolhidos nos municípios pela Secretaria Estadual de Saúde, sugere medidas como o fechamento de diversas atividades econômicas que estão liberadas, assim como das aulas presenciais nas duas principais regiões do estado. O enquadramento de Niterói na bandeira vermelha não determina a adoção de ações imediatas - essa atribuição é das Prefeituras. Funciona como uma recomendação. Niterói, no momento, adota as regras do Plano de Transição para o Novo Normal. Pelo decreto local, a cidade se enquadra no estágio de Alerta Máximo Amarelo-2.


O avanço da doença em Niterói e cidades vizinhas foi muito rápido em uma semana. Em São Gonçalo, morreram 12 pessoas em 48 horas. Os hospitais já não tem leitos e uma multidão se reúne diante do centro de triagem para fazer testes. Em Niterói, o número de casos novos que estava em torno de 70 por dia, já passa de 100, e na terça-feira, foram registrados 208 novos casos em apenas 24 horas. A ocupação dos hospitais privados já chega a 74% dos leitos reservados para pacientes com Covid e 60% das UTIs.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.