Internações no SUS atingem o maior número da pandemia

Atualizado: 10 de Dez de 2020

Prefeitura registrou 124 internados na última semana, número só atingido no pico da Covid; nesta segunda, já havia 132 pessoas hospitalizadas

Número de internações, de acordo com boletins diários da Prefeitura


O número de pessoas internadas nos leitos e UTIs reservados para pacientes com Covid na rede do SUS em Niterói chegou a 124 pacientes na última semana - a mesma marca anotada em meados de junho, no auge da pandemia. Nas 49 semanas epidemiológicas do ano, não há nenhuma outra que registre dados tão altos como agora. No boletim divulgado pela Prefeitura na noite desta segunda-feira, 7, o total de hospitalizados no SUS passou para 132.


A Prefeitura não organiza nem consolida as informações em séries históricas, como recomenda a OMS e como fazem a secretaria estadual de saúde, e o Ministério da Saúde. Produz um boletim diário, exposto no Facebook do município, e publica semanalmente no site da Prefeitura o monitoramento dos indicadores da Covid. Sem os gráficos de evolução, às vezes é difícil enxergar a tendência da doença. Mas, mesmo com as informações parciais, é possível constatar o crescimento da doença na cidade, a partir de novembro.


O relatório de monitoramento publicado nesta segunda-feira, 7, revela que a nota da cidade piorou e a Niterói permanece em alerta Máximo Amarelo - 2. O número de novos casos da doença e as internações indicam a gravidade da situação e fizeram o Prefeito Rodrigo Neves endurecer na fiscalização das medidas isolamento. Segundo o documento, existem no total 521 pessoas internadas em leitos ou UTIS nos hospitais públicos e privados.


O relatório difere dos números divulgados diariamente pela Prefeitura e consolidados pelo A Seguir por semanas epidemiológicas, de acordo com o padrão internacional. No relatório, aparecem 10 mortos - numero que vem se repetindo, regularmente. Pelos boletins diários, na última semana, 16 pessoas morreram, uma diferença que a Secretaria de Saúde não explica. Apenas de sábado para domingo, mais três pessoas faleceram, segundo os boletins da própria Prefeitura.


Número de mortes, de acordo com os boletins diários da Prefeitura, por data de notificação


Em outro endereço da Prefeitura na Web, o SIGeo, sistema de gestão da informação, aparece a taxa média de ocupação dos leitos e UTIs públicos e privados: 66,5 %, um índice que dobrou desde o final de outubro. No casos dos leitos hospitalares particulares, a ocupação chega a 88%, de acordo com boletim dos hospitais.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.