Missas e cultos em Niterói terão de ter apenas 10% da capacidade de público nos templos

Decreto do Prefeito Axel Grael prorroga período emergencial até o dia 11 de abril por causa da Covid


Porciúncula de Sant'Ana: restrições serão maiores até dia 11. Divulgação


Diante da escalada de mortes por Covid e com hospitais em colapso, a Prefeitura de Niterói liberou missas e cultos na cidade com apenas 10% da capacidade de público de cada templo ou no máximo 100 pessoas, o que representar o menor número. A restrição foi determinada por decreto do Prefeito Axel Grael publicado no Diário Oficial desta sexta-feira , 2 de abril.


Leia mais: Educação infantil volta a ter aulas presenciais no dia 5 de abril


O decreto amplia o período emergencial, inicialmente previsto para até 4 de abril, para 11 de abril, com modificações e novas regras. Uma delas estabelece as normas para a realização de missas e cultos.


Estão vedados a venda e consumo de alimentos e bebidas nos templos. A Prefeitura de Niterói ressalta no decreto que " recomendado que as atividades sejam desenvolvidas de forma não presencial, remota ou on-line durante esse período emergencial de prevenção à Covid-19 em Niterói".