Morre Heitor Luiz Soares de Moura, engenheiro e professor da UFF, vítima de Covid

Ele foi Pró-reitor de Planejamento e Conselheiro Universitário por 38 anos

Professor Heitor Luiz Soares de Moura. Divulgação/UFF


Morreu, nesta segunda-feira (5), o engenheiro e acadêmico Heitor Luiz Soares de Moura, vítima de Covid-19. A informação foi confirmada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), instituição da qual o professor foi Pró-reitor de Planejamento por oito anos e Conselheiro.


"O engenheiro e professor, Heitor de Moura, presidente do Conselho de Curadores da UFF (CUR) e da Câmara de Orçamento e Finanças (COF) do CUV, foi um exemplo de gentileza, conhecimento, dedicação, serenidade e institucionalidade", diz a nota de pesar divulgada pela UFF.


O professor foi Conselho Universitário por 38 anos, com reeleições diretas e sucessivas; a boa relação de amizade com os colegas e sua passagem pela direção da Escola de Engenharia, onde contou com o apoio do fundador e ex-diretor da Escola Fluminense de Engenharia, professor Octávio Reis de Cantanhede Almeida.


As principais conquistas na sua gestão foram a reformulação e reestruturação total da Faculdade de Engenharia, na qual foi professor da disciplina de Instalações Prediais, e a criação da Semana da Engenharia, um espaço de discussão e apresentação da produção acadêmica técnico-científica da UFF, enfocando interesses atuais da sociedade.


Heitor de Moura, que se classificava como um “otimista nato”, tinha orgulho de pertencer ao quadro da UFF e resumia em uma frase o significado da universidade na vida dele:


— A UFF abrigou um estudante que veio de uma família pobre e o transformou em profissional.