MP pede prisão de profissional de Niterói que aplicou 'vacina de vento'

Técnica de enfermagem teve a prisão preventiva solicitada à Justiça, após indiciamento e denúncia

Idosos recebeu vacina de vento em Niterói. Reprodução


O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) pediu a prisão preventiva da técnica de enfermagem que está sendo investigada por aplicar "vacina de vento" em idoso de Niterói. Rozemary Gomes Pita também foi denunciada à Justiça. As informações são do jornal "o Globo".


Leia mais: Técnica de enfermagem que aplicou 'vacina de vento' em Niterói é indiciada pela Polícia Civil


Na última quarta-feira, a Polícia Civil indiciou a profissional de saúde acusada de aplicar "vacina de vento" em idoso de Niterói. A técnica de enfermagem, que trabalhava no Hospital Oceânico, mas atuava na vacinação no drive-thru do Gragoatá responderá por infração de medida sanitária preventiva e peculado - roubo ou desvio de bem público. Um vídeo mostra a mulher introduzindo a agulha no homem, sem aplicar nenhum conteúdo.


A técnica de enfermagem, que havia sido afastada após o escândalo da "vacina de vento", foi desligada dos quadros da Secretaria Municipal de Saúde após o indiciamento.


Ainda segundo a Prefeitura de Niterói, o idoso que recebeu aplicação "fake" foi devidamente vacinado em casa.