Niterói cria órgão para promover o uso da bicicleta e melhorar sistema cicloviário

Programa Niterói de Bicicleta vira coordenadoria e tem poder de ação ampliado na gestão de Axel Grael

Ciclofaixa da Avenida Roberto Silveira. Divulgação/Prefeitura de Niterói


Para provar que o incentivo do uso de bicicletas está na pauta de prioridades da cidade, Niterói acaba conferir ao programa Niterói de Bicicleta o status de Coordenadoria. A Prefeitura publicou na edição desta quarta-feira (10) do Diário Oficial a criação da "Coordenadoria Niterói de Bicicleta", que ficará responsável pelo "planejamento, monitoramento e demais atividades relativas às ações de promoção da mobilidade por bicicleta no município".


A Coordenadoria será subordinada à Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade, mas terá maior poder de ação dentro da administração municipal. Filipe Simões, coordenador do programa Niterói de Bicicleta, foi realocado para o novo órgão, que passa a ser responsável pela operacionalização do Bicicletário Arariboia, no Centro, e a atuar em conjunto com outras secretárias e órgãos relacionados ao tema.


O texto do decreto de criação da coordenadoria cita os efeitos positivos da agenda de mobilidade obtidos através do programa Niterói de Bicicleta, lançado em 2013, e lembra que a consolidação desse modal faz parte do Plano Estratégico 2013-2033.


A Coordenadoria Niterói de Bicicleta terá as seguintes finalidades:


  • Promover a inclusão da mobilidade por bicicleta nos planos, ações, projetos e campanhas desenvolvidos, executados ou apoiados pela Prefeitura;

  • Planejar, acompanhar e vistoriar a infraestrutura cicloviária do município;

  • Propor melhorias, alterações de desenho, de projeto e de operação nas ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas, calçadas compartilhadas e ciclovias de lazer;

  • Produzir, coletar e compilar dados sobre o uso da infraestrutura cicloviária;

  • Realizar e apoiar campanhas e ações de caráter educativo, de promoção e de conscientização nos temas correlatos ao uso e cultura da bicicleta;

  • Realizar o gerenciamento técnico da implantação e da operação do sistema de bicicletas compartilhadas no município;

  • Realizar o gerenciamento dos bicicletários públicos municipais;

  • Realizar consultas, pesquisas e reuniões visando a inclusão da sociedade no processo de planejamento cicloviário.


A ênfase ao sistema cicloviário sempre fez parte da agenda de Axel Grael, que já atuava nesse sentido quando ainda era vice-prefeito. No fim de janeiro, a Prefeitura anunciou a ampliação da malha cicloviária na cidade, que ultrapassará a marca de 100km de ciclovias.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.