Covid-19: Niterói divulga três números diferentes de mortes na semana

Prefeitura derrapa na transparência, e dados oficiais deixam dúvida: cidade teve 13, 16 ou 18 óbitos?


Número de mortos, por semana, de acordo com boletins diários da Prefeitura. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado foram 16. Na planilha de monitoramento da Covid, também da Prefeitura, foram 18.


A Prefeitura de Niterói divulga diariamente os números da Covid, nas lives do Prefeito, no Facebook e nos releases da Secretaria de Comunicação. São os números fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde por data de notificação da doença. Na prática médica, estes dados são organizados por semanas epidemiológicas, critério universal, reconhecido pela OMS. O entendimento é que as variações de um dia para outros podem ser ilusórias, como acontece nos fins de semana, quando os números divulgados caem, não porque a doença melhorou, mas porque os registros são mais precários, por falta de pessoal nos hospitais e secretarias. Então, se adota a avaliação por semana. A Prefeitura, no entanto, deixou de totalizar os dados por semana, quando a doença começou a avançar mais fortemente, em maio. As informações, porém, estão disponíveis e o quadro pode ser facilmente mapeado. Na trigésima-sétima semana epidemiológica, iniciada no domingo, 6, e encerrada no sábado,12, foram 13 mortos.


No entanto, a mesma Prefeitura faz outra contagem, que divulga no site oficial do município. Ali, aparece o monitoramento de indicadores da Covid. Os relatórios são apresentados semanalmente, sempre às segundas, embora sejam datados da sexta-feira anterior. Ali aparecem o número de mortes, novos casos, internações e capacidade hospitalar, entre outros dados. No relatório divulgado nesta segunda-feira, 14, apareciam 18 mortes nos últimos sete dias. Teoricamente, a fonte deveria ser a mesma dos dados divulgados nos boletins diários, o sistema de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde. A variação de números deveria ficar apenas por conta do intervalo escolhido. No casos da planilha, a coleta dos últimos sete dias considerou o intervalo entre a sexta-feira, 4, e a quinta,10. Mas nem assim, teríamos 18 casos, pelos números divulgados pelos boletins diários.


Ainda existe um outro mapa, este da Secretaria Estadual de Saúde, que serve de base ao quadro nacional divulgado pelo Ministério da Saúde, que também apresenta números diversos. A Prefeitura se queixou que não refletem a realidade e parou de adotá-los, embora apareçam na página do SIGeo, outro serviço divulgado pela mesma Prefeitura. Por este quadro, foram 16 mortos, na trigésima-sétima semana epidemiológica. Este número também é adotado nos estudos do grupo GET UFF Contra Covid.


O A Seguir: Niterói vem pedindo explicações à Secretaria de Saúde sobre a disparidade de informações divulgadas, sem obter resposta. Nas duas últimas semanas, apareceu nova divergência nos dados. Os boletins diários informavam 84 internações e a planilha 115. Nesta semana, 113 contra 85. Novamente, não houve explicação da Prefeitura.


A falta de transparência na divulgação dos dados já mereceu críticas do Comitê Cientìfico. Depois disso, a Prefeitura produziu uma nova série de dados, abandonando o critério de notificação adotado pela OMS e pelo Ministério da Saúde e passou a exibir gráficos por datas de sintomas - e não por data de notificação. Este sistema corrige as datas de registro efetiva das mortes. Mas exibe um atraso de algumas semanas. No casos dos óbitos, a defasagem chega a seis semanas. O que não permite que os dados sejam tomados como indicadores do momento. A julgar por este quadro, a Covid estaria controlada na cidade, registrando uma (ou nenhuma) morte por semana, nas últimas cinco semanas.


Apesar de toda essa confusão de números, a Prefeitura parece se guiar pela planilha do Comitê Científico. É ela a referência para a mudança de estágio, do Alerta Amarelo- 2 para o Amarelo-1. O índice ainda não foi alcançado. Está 30% acima do conveniado para o relaxamento das medidas de isolamento. O que inclui a liberação das escolas e outras atividades, ainda suspensas. Segunda-feira que vem, 21, haverá um novo relatório. O ideal, para ser confirmar uma tendência, é que o números se repitam pelo menos por duas semanas.


Na sequência, o acompanhamento de casos e internações, segundo os boletins diários da Prefeitura.


De acordo com os boletins diários da Prefeitura, o número de casos novos cai há duas semanas


De acordo com os boletins diários da Prefeitura, as internações se mantêm estável nas últimas semanas



728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.