'Platô da Covid' já dura sete semanas: foram 537 casos e 12 mortes em sete dias

Atualizado: há 7 dias

Números da pandemia não cedem; cidade já soma 13.795 casos da doença e 454 óbitos desde março



Não tem melhora. Niterói completa praticamente dois meses estagnada no combate à Covid-19, registrando, semana após semana, dados números muito parecidos: desta vez, 537 novos casos e 12 mortos, na quadragésima-segunda semana epidemiológica, segundo dados divulgados diariamente pela Prefeitura e consolidados pelo A Seguir: Niterói. No total, a cidade registrou, neste sábado 17, 13.795 casos da doença e 454 óbitos.



A cidade aparece a segunda no Estado com maior número de casos, atrás apenas do Rio de Janeiro. Mas é a quarta e termos de mortes, superada por Rio, Caxias e São Gonçalo, todas na Região Metropolitana, a área mais afetada pela doença no Rio de Janeiro. A taxa de letalidade da doença, no entanto, deixa Niterói em melhor posição: é a mais baixa da região, de acordo com a Prefeitura.


Os números da semana confirmam o alerta do Comitê Científico, formado por especialistas da UFF, UFRJ e Fiocruz, para assessoramento da Prefeitura, no combate à Covid, para a prolongada circulação do coronavírus na cidade. Na avaliação científica, o município deveria evitar a ampliação de algumas atividades, como a volta às aulas, por exemplo. A decisão final, no entanto, compete à Prefeitura, que, nas últimas semanas, liberou uma série de atividades, como a música ao vivo nos bares e restaurantes, até as duas da madrugada.


De acordo com o boletim deste sábado, Niterói tem 89 pessoas internadas e 125 em observação, número bem menor do que a própria Prefeitura divulga na planilha de monitoramento da Covid, que serve de base para a avaliação do estágio de atenção na transição para o Novo Normal. Na última tabela publicada, com data de 8 de outubro, a cidade tinha 211 pessoas internadas em leitos (98) e UTIS (113), nas redes pública e privada. A Secretaria de Saúde não explica a diferença dos dados nas informações divulgadas pelo governo.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.