Niterói registra 200 novos casos de Covid em 24 h e tem fila para testes

Atualizado: 28 de Nov de 2020

Número de casos deu "salto" e já chega 800 em sete dias; Prefeitura encomenda kits para teste rápido

Fila para testagem no drive-thru do Cafubá


O número de casos confirmados de Covid em Niterói registra um salto nos últimos dias. Esta semana, o A Seguir Niterói documentou, a partir dos boletins diários da Prefeitura, que a cidade saiu de uma média que oscilava entre 60 e 70 casos por dia para 100 novos contaminados. Na quarta-feira, 25, de acordo com a mesma fonte, foram 205 casos em apenas 24 horas.


A maior indicação do aumento da circulação do coronavírus na cidade, como também ocorre em outros municípios da Região Metropolitana da cidade, é a procura por testes nos pontos da cidade. O drive-thru do Cafubá, que a secretaria de saúde chegou a cogitar fechar, em outubro, diante da baixa procura, voltou a ter filas de carros na espera. A Prefeitura encomendou, em caráter de emergência, 40 mil novos kits, depois de já ter aplicado mais de 130 mil testes na cidade.


De acordo com o último boletim da Prefeitura, divulgado nesta quinta-feira, 26, Niterói já registrou 17.009 pessoas com coronavírus, desde o início d pandemia. E 519 mortos. A série histórica mostra que o pico da doença aconteceu a partir de maio e até o mês de julho, decaindo em seguida. Nos últimos meses, a doença permaneceu no que os infectologistas chamam de "platô", uma curva estável, porém ainda alta, de incidência de casos e mortes.


Casos de Covid, por semana, de acordo com boletins da Prefeitura


Em outubro, a Prefeitura determinou a flexibilização das atividades na cidade, com a ampliação do comércio, autorização para bares funcionarem até de madrugada e com música ao vivo e abertura de parques e praças. Em novembro, os indicadores deram um salto, com aumentos consistentes de casos e, sobretudo, de informações. Os hospitais Privados (SINDHLESTE) informaram que a ocupação de leitos chega a 79% das unidades disponíveis para Covid; a de UTIs, está em 60%. A Secretaria de Saúde não informa os números da rede pública.


A maior variação do número de casos aconteceu de terça, 24, quando havia 16.679 casos confirmados, para quarta, quando o número passou para 16.887, com 208 novos casos. No dia seguinte, foram mais 122 confirmações. Na quadragésima-sétima semana epidemiológica, foram registrados 591 casos, sempre de acordo com os boletins da Prefeitura. Já era o pior resultado desde o período de pico da doença. A semana em andamento ainda não terminou e o número de novos casos já está perto de 800.

O último boletim da Prefeitura, 26/11/2020