Niterói poderia ter vacinado 28% da população, mas só recebeu doses para 5%

Cidade tem estrutura e experiência em imunizar 20 mil pessoas em três dias, mas faltam vacinas

Drive-thru do Gragoatá. Divulgação/Prefeitura de Niterói


Se tivesse vacina, Niterói já poderia ter imunizado mais de 146 mil pessoas conta a Covid-19, o equivalente a 28% da população — 515.317 pessoas, segundo dados do IBGE de 2020. A estimativa é baseada na capacidade de imunização que a cidade já apresentou em outras campanhas, como a do surto global de H1N1, em 2009. Mas com imunizante distribuído a conta-gotas, só chegaram doses para 5% dos moradores, e a vacinação já foi suspensa mais uma vez.


Leia mais: Vacinação muda, e todas as doses distribuídas às cidades serão aplicadas de uma vez


Os dados sobre a capacidade de vacinação da cidade foram relembrados pelo Secretário Municipal de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, durante transmissão do gabinete de crise, na semana passada.


— Niterói está pronta para vacinar toda a sua população. O programa municipal de imunização é estruturado há décadas — declarou Oliveira. — Pra se ter uma ideia, na vacinação conta o H1N1, 20 mil doses era o que Niterói fazia em três dias.


Leia mais: Niterói reforça a vigilância sobre profissionais para evitar 'vacina de vento'


A velocidade da imunização em Niterói, no entanto, contrasta com a capacidade da cidade de vacinar. Até o momento, a cidade já recebeu 26.680 vacinas, entre Coronavac e Oxford/Astrazeneca, para primeira dose, mas de forma fracionada e . Em condições normais, esse total poderia ter sido aplicado em apenas quatro dias, considerando-se a experiência do H1N1.


Vacinados são 16% do que a cidade é capaz de imunizar


Desde o início da campanha de vacinação, em 19 de janeiro, já se passaram 22 dias úteis. Nesse período, segundo o "vacinômetro" da Prefeitura de Niterói, 24.011 pessoas já receberam a primeira dose da vacina no município. O número corresponde a 1/6 ou 16,3% da população que já poderia ter sido imunizada, se houvesse vacina e a rede estivesse operando em sua capacidade máxima.


Em relação ao número total de habitantes, essa proporção é ainda menor. Apenas 4,6% dos moradores de Niterói receberam a primeira dose de imunizante contra a Covid-19 desde o começo da campanha. A cidade recebeu para 5%, mas já anunciou que os postos não serão abertos nesta segunda, porque as doses restantes são insuficientes para prosseguir com a imunização.


Veja também: Ritmo de vacinação está devagar, uma bagunça, diz especialista


Antes de a vacinação ter início, a Prefeitura chegou a informar que abriria 54 salas de vacinação, o que não aconteceu. Com poucas doses a cada remessa, Niterói só abriu, até o momento, seis policlínicas para vacinação, além de ter montado um drive-thru no Gragoatá, em parceria com a Univesidade Federal Fluminense.


O Programa Municipal de Imunização de Niterói conta com uma rede capilarizada, através do Programa Médico de Família, além da estrutura de policlínicas.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.