Niterói prorroga isolamento até 28 de fevereiro, mas ruas estão lotadas

Escolas municipais permanecem fechadas, mas comércio de rua, shoppings, bares e restaurantes podem continuar abertos


Grande movimentação de pessoas na Praia de Icaraí: isolamento é mantido oficialmente, mas não na prática. Foto de Gustavo Stephan


Com o agravamento da pandemia de Covid-19 em Niterói, com números de casos e mortos batendo recordes, a Prefeitura de Niterói prorrogou até o 28 de fevereiro todas as medidas restritivas de distanciamento social para redução da transmissão do novo coronavírus na cidade. O decreto 13.857/2021, assinado pelo prefeito Axel Grael, foi publicado na edição do Diário Oficial do Município de Niterói nesta terça-feira (05).


Leia também: Niterói tem recorde de mortes por Covid em um único dia


A decisão de prorrogar as medidas de isolamento foi motivada pelo aumento no número de casos de Covid-19 nas últimas semanas em toda a Região Metropolitana. Apesar de manter a autorização para funcionamento de todo o comércio, shoppings, bares e restaurantes, a Prefeitura de Niterói recomenda que a saída de casa deva se dar apenas por motivos de trabalho, compra de gêneros alimentícios, ida a farmácias, por motivos médicos ou para ida a estabelecimentos cujo funcionamento esteja permitido ou por conta de atividade permitida.


Nas ruas da cidade, porém, o movimento é intenso de pessoas nos principais pontos comerciais. O uso de máscara facial em áreas públicas, bem como em espaços particulares em que houver atendimento ao público, segue obrigatório, diz a Prefeitura, mas é cada vez maior a quantidade de pessoas sem máscara ou com o equipamento no queixo.


Em relação às aulas na rede municipal de ensino, elas continuam suspensas. A manutenção da suspensão das atividades de ensino no município será reavaliada por Grupo de Trabalho a ser especificamente criado para tal fim.


Atividades privadas mantêm as autorizações indicadas no Plano de Transição Gradual para o Novo Normal, do Decreto nº 13.604 de 21 de maio de 2020, conforme protocolos e taxas de ocupação e operação definidas semanalmente.


Os estabelecimentos comerciais deverão, segundo o decreto publicado nesta terça-feira, adotar medidas para que sejam mantidas as regras de distanciamento social, bem como deverão fornecer álcool em gel para os clientes e colaboradores e máscaras faciais para os colaboradores. Os estabelecimentos ficam responsáveis por admitir o ingresso apenas de clientes que usarem máscara facial.


Os estabelecimentos e o comércio de rua têm funcionamento permitido no horário das 9h às 20h, de 2ª à 6ª feira, e das 8h às 20h aos sábados. Os centros comerciais podem abrir das 9h às 20h de 2ª a 6ª feiras e das 8h às 20h aos sábados.


Fica mantida a autorização para a abertura de Casas de Festas, conforme os protocolos já estabelecidos, assim como segue permitida a abertura dos shoppings centers no horário das 10h às 22h.


--