Niterói Vôlei Clube confirma participação na Superliga Masculina B, apesar da incerteza financeira

Clube começa a treinar na semana que vem para o campeonato nacional



Agora é oficial. O Niterói Vôlei Clube anunciou, neste sábado (12), que vai jogar a Superliga Masculina B em 2021. O time fez a inscrição junto à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), pagando a taxa no valor de R$ 5 mil. Entretanto, ainda existia um clima de incerteza, por causa das dificuldades financeiras. Mas neste sábado veio a resposta positiva em definitivo através de comunicado publicado nas redes sociais do clube.


O torneio, que equivale à segunda divisão da modalidade, terá início no dia 23 de janeiro e a competição vai contar com oito times, sendo cinco equipes que ascenderam da terceira para a segunda divisão e mais três remanescentes da Superliga B. O formato de disputa será em turno único na primeira fase, com todas as equipes se enfrentando. Depois, de acordo com a classificação de cada time na primeira etapa, acontecem os mata-matas, desde as quartas-de-final até a decisão.

O técnico do Niterói Vôlei, Walner Santos, explicou que a partir desta segunda (14) terá um início um planejamento, com foco na organização financeira e na resolução de alguns detalhes burocráticos. Na semana seguinte, o time inicia os treinamentos com bola.


-A partir de segunda, o clube vai usar toda a semana para planejamento e organização do processo. E o treinamento com bola terá início na segunda-feira da próxima semana, no dia 21. Apesar de termos parado por quase um mês, evoluímos muito na parte técnica e tática. Então acredito que é possível recuperar a parte física a tempo de termos uma boa estreia em 23 de janeiro - explicou Santos, que além de técnico, também é o presidente do Niterói Vôlei Clube.


Há oito dias, na sexta-feira da semana passada (5), o clube foi comunicado pela CBV de que o Tijuca não participaria mais da competição no ano que vem, mesmo que tenha conquistado o acesso na Superliga C. Com isso, os dirigentes da equipe niteroiense criaram uma vaquinha virtual para garantir a disputa do time na segunda divisão do vôlei masculino nacional. Mesmo com a resposta positiva, a vaquinha segue valendo. Quem quiser ajudar pode fazer a doação através do https://www.vakinha.com.br/vaquinha/campanha-niteroi-volei-clube-na-superliga-b?fbclid=IwAR0SA_QsABBRVaU9E_N_utX1ed6d3OTPfr4BSZyl01w7AI9Tz1R4f5EIi9g


Além do Niterói Vôlei Clube, as equipes que conseguiram a vaga na Superliga B através do acesso foram Amavôlei Maringá (PR), Vila Nova FC (GO), Vôlei Futuro Assaí (SP), Unimed/Aero (RN). Todas elas se juntarão aos times remanescentes da segunda divisão, que são Anápolis Vôlei (GO), Brasília Vôlei/Upis (DF), JF Vôlei (MG).

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.