Niterói tem recorde de mortes por Covid em um único dia, seis em 24 horas

Na primeira 'live' do Prefeito Axel Grael, o anúncio de ações no combate à Covid e manutenção do programa de renda básica


Axel durante sua primeira live depois que foi empossado como Prefeito de Niterói. Foto: Reprodução/Facebook.


O novo Prefeito Axel Grael repetiu, em seu primeiro pronunciamento depois da posse, o formato das transmissões herdado de seu antecessor, Rodrigo Neves, feitas do gabinete da Prefeitura. Ao lado do Vice-Prefeito, Paulo Bagueira, e secretários, repetiu o roteiro traçado pelo Secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, de que a Covid segue "sob controle em Niterói". E leu os números do boletim epidemiológico desta segunda-feira (4): 23.412 casos e 634 mortes desde o início da pandemia.


O Secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, mantido no cargo, poderia ter socorrido o Prefeito. Os números apresentados não permitem a tranquilidade que o médico exibe: Niterói teve seis mortes em 24 horas, o pior resultado de toda a série da doença, registrado apenas uma vez, no dia 13 de maio, na primeira onda da doença. Os boletins da Prefeitura indicam a sequência do dia 29 até agora: 4, 3, 3, 3, 3, 4 e 6 óbitos. Nos últimos sete dias, foram 26 mortos. Na semana mais dramática até agora, também em maio, a cidade enterrou 28 pessoas.


A Prefeitura não divulga a evolução dos dados da Covid desde a crise da doença, em maio. A tabulação por semanas epidemiológicas, como se usa no mundo todo, precisa ser feita através da contagem dos números exibidos diariamente nos boletins epidemiológicos divulgados pelo Prefeito e pela assessoria de comunicação. A tabulação dos dados, feita regularmente pelo A Seguir: Niterói segundo o padrão da OMS, registra uma segunda onda da doença, que atingiu uma média de 200 novos casos por dia nas últimas quatro semanas. Foram 1.341, 1.251. 1.500 e 1.306 casos, respectivamente.


Casos de Covid, por semana epidemiológica, de acordo com os boletins diários da Prefeitura


Em relação ao número de mortes, há quatro semanas epidemiológicas os registros estão no patamar de 20 mortes por semana: 20, 21, 21 e 24, respectivamente. Os 26 casos anotados nos últimos sete dias não correspondem a uma semana epidemiológica plena, mas apenas a um recorte dos sete últimos boletins. De qualquer forma, a Secretaria de Saúde reconhece em nota técnica publicada no Sistema de Informações SIGeo que a doença atingiu um novo pico de casos, a partir de novembro, caracterizando uma segunda onda.

Mortes por Covid, por semana epidemiológica, de acordo com os boletins diários da Prefeitura


O número de internações por semanas epidemiológicas também é o maior número de toda a série histórica. Na última foram 177 hospitalizados apenas na rede dos SUS, considerando leitos e UTIs reservados para a Covid. O Secretário Rodrigo Oliveira fez um aparte na transmissão dizendo que os indicadores apontam para uma redução na taxa de ocupação hospitalar, mas não apresentou números. A melhora pode estar relacionada não à redução da doença, mas ao aumento da oferta de leitos.


- A gente teve, de forma mais clara, uma redução da taxa de ocupação dos leitos hospitalares, tanto dos privados como nos hospitais públicos que cuidam exclusivamente da Covid. Observamos diariamente para ver se essa tendência se confirma ou não – explicou o Secretário, que, depois de afirmar mais uma vez que “situação estava sob controle”, explicou que “a pandemia não acabou” e que as medidas restritivas em vigor foram prorrogadas.

Após a fala do secretário, Axel agradeceu à população niteroiense pelo baixo número de pessoas nas praias durante a virada e que “acataram” a recomendação da Prefeitura. Ele também destacou que isso não seria possível sem o trabalho da Ordem Pública, através da Guarda Municipal.


Numero de internações, pico por semana epidemiológica, de acordo com os boletins diários da Prefeitura


A transmissão durou 18 minutos e o Prefeito reafirmou o compromisso de campanha de manter os programas de renda básica para famílias e empresas, até que uma vacina resgate a normalidade da vida econômica.


- Estamos mantendo o nosso compromisso de prorrogar os programas Renda Básica Temporária e Empresa Cidadã até que haja uma vacina contra este vírus”, explicou Axel Grael. “Nenhuma outra cidade fez o que Niterói está fazendo. Além de ajudar as famílias, estamos apoiando as empresas para que a economia não pare. Nosso esforço é para salvar vidas”, disse.


Axel Grael apresentou ainda os resultados da última pesquisa de emprego, que registrou a abertura de 1.756 novas vagas de trabalho, no melhor mês de novembro em muito tempo, o que atribuiu às ações da Prefeitura. A recuperação verificada na segunda metade do ano, devolveu à cidade um total de 3.167 empregos com carteira assinada, o ainda não cobre metade das vagas perdidas no pior momento da crise da Covid.