O que eles disseram

As frases que marcaram a semana em Niterói


Por Gabriella Balestrero



“Eu morei aqui 20 anos, praticamente. Me considero um filho de Niterói, tenho um amor por essa cidade que é uma coisa absurda, sou completamente apaixonado. [...] A cidade é um grande celeiro de comediantes, de atores. [...] A cidade

está voltando a ser uma referência de qualidade. O jeito como Niterói tem se

destacado me deu empolgação para pensar projetos na área cultural para a cidade,

que tem um potencial muito grande.”


Leandro Hassum (@leandrohassum) em live para o canal do jornalista

André Diniz, presidente da Fundação de Artes de Niterói, no Youtube


...


“Temos que olhar para o setor da educação com um carinho muito grande. [...] Ao

mesmo tempo que existe o risco de contaminação, os pais estão voltando a trabalhar

e não têm com quem deixar seus filhos. Quem tem mais dinheiro está tirando da

escola e contratando babás, um prejuízo para o desenvolvimento e a socialização da

criança. [...] Não existe resposta em nenhum lugar do mundo sobre como fazer esse

balanço.”


Dr. Roberto Medronho (UFRJ), membro do Comitê Técnico Científico Consultivo do

Plano de Transição Gradual para o Novo Normal, em reunião da Comissão de Saúde

da Câmara, transmitida pelo Facebook


...



“Hoje as pessoas estão começando a abrir a cabeça, mas na época em que eu entrei

para a dança ainda era muito complicado e acabei entrando um pouco mais tarde. [...]

Isso influencia na construção. Por mais talentoso que eu fosse, se tivesse entrado

mais cedo, eu poderia ser um profissional ainda melhor. [...] Foi a dança que abriu as

portas para mim. Depois de estudar e me formar, entrei pro teatro, fui para a

televisão, uma coisa puxou a outra. Arte é isso.”


Paulo Pinna, coreográfo da Unidos da Região Oceânica desde 2015 e da Porto da

Pedra para o carnaval de 2021, sobre sua formação enquanto dançarino na live do

perfil @carnavalpapagoiaba


...


“Aprendi na minha infância no Fonseca, periferia de Niterói, que apelido só pega

quando faz sentido e a gente se incomoda.”


Marcelo Freixo, deputado federal pelo PSOL, em sua conta de Twitter (@marcelofreixo)


...


“Hoje existe uma estimativa, de acordo com a Associação Nacional de Travestis e

Transsexxuais (ANTRA), que 70% da população trans não têm ensino médio. E isso é

fruto de um processo de bullying escolar, que acaba expulsando a população LGBT

desses ambientes. [...] Tivemos que tomar uma decisão muito difícil que é levar o

curso adiante mesmo sabendo que haverá quem não possa participar. Mas não

podemos abrir mão daquelas que têm recursos tecnológicos mas que não podem

pagar por um curso online.”


Bruna Benevides, coordenadora do curso de pré-vestibular comunitário Prepara Nem, sobre continuar as aulas do preparatório de forma remota


...


“Sem a retomada de atividades acadêmicas, não temos como assegurar o acesso. A

universidade preza por assegurar a permanência e evitar que alunos ingressantes não possam começar os seus estudos. Alguns pesquisadores colocam que 40 mil

estudantes estão em situação de desalento, se afastando da universidade.”


Alexandra Anastácio, pró-reitora de graduação da UFF sobre a retomada das aulas da

universidade em caráter remoto para live do DCE Fernando Santa Cruz.


...


“Eu não sinto segurança de mandar ela para a escola, não deixo nem sair de casa. Lá

ela vai tirar e colocar a máscara para lanchar, beber água. Mesmo com o álcool em

gel, acho um risco muito grande, até porque são muitos alunos para a professora

tomar conta neste momento.”


Mariana Maselli, mãe, sobre o planejamento de retomada das atividades escolares


...



“Brinco que estou fazendo todas as receitas que meu pai me ensinou, com um

tempero da roça, principalmente nos almoços de sábado. A clientela da Beira-Mar é

antiga, mas também tem muitos novos. Queria levar o sabor de casa para a refeição.”


Vicent Maia, novo chefe do restaurante Beira-Mar, sobre sua forma de trabalho


...


“O retorno superou minhas expectativas. Achei que ia ser lento, algo natural para o

momento que estamos vivendo, mas veio mais alunos do que estava esperando.”


Rita de Oliveira, proprietária de academia de Niterói, sobre retorno das atividades


...


“Desde segunda-feira apresentei alguns sintomas de uma gripe leve, como tosse, nariz entupido e um pouco de cansaço. Seguindo as determinações das autoridades de saúde, estou fazendo minha quarentena em casa.”


Prefeito Rodrigo Neves, em suas redes sociais, na quinta-feira (23)


...



“Sabe com quem você está falando?” X “Sabe quem está filmando?

Enfim, um antídoto contra a cultura da carteirada.”


Octavio Guedes, jornalista niteroiense, em sua conta no Twitter @octavio_guedes



728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.