Ocupação de hotéis em Niterói no fim de ano cai pela metade em 2020

Suspensão de eventos durante o ano diminuiu o movimento na cidade


Sem eventos, setor hoteleiro perdeu movimento na pandemia

A taxa de ocupação nos hotéis de Niterói foi de 54% neste final de ano. O índice é da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro. Comparado com o ano passado, o número de quartos ocupados na cidade caiu quase pela metade, pois também de acordo com a ABIH-RJ esse índice foi de quase 100% em 2019.

Apesar de admitir que a redução era esperada para essa época do ano, o presidente do Polo Hoteleiro de Niterói, Rodrigo Alvite disse que o índice está dentro do planejado já com o cenário de pandemia. Ele também esclarece que no caso específico da cidade, os dados da ocupação não se baseiam tanto no número de turistas, mas na hospedagem de profissionais que trabalham no ramo da indústria petrolífera.

- Se compararmos Niterói com o Rio na questão hoteleira, a gente vai encontrar aqui uma peculiaridade, que é a baixa representatividade do turismo na taxa de ocupação dos hotéis. Com isso, os números reduzidos por causa da Covid foram piores nos primeiros três, quatro meses. Mas por causa da necessidade das empresas de off-shore, que são as que mais demandam na cidade, há algum tempo houve uma estabilidade nas ocupações de quartos - explica Alvite.


Ele também afirma que os dias que costumam ter mais quartos ocupados, entre 30 de dezembro a 2 de janeiro, sempre perto do limite, também estão com uma taxa de ocupação entre 50%, explicando que "não houve decréscimo" desse índice em dezembro.


Mas se a queda era esperada, isso não significa que não houve outros tipos de prejuízos para o setor. Ele explica que há hotéis que tiveram 100% de queda de hospedagens relacionada à realização de eventos dentro dos estabelecimentos. Alvite, que também é o CEO do H Niterói Hotel, exemplifica como se deu tal perda financeira no setor.


- Infelizmente tivemos 100% de paralisações de eventos realizados em hotéis. Aqui para o H Niterói isso fez muita diferença porque temos um centro de convenções com 15 salões. Como não podemos usar essa estrutura, isso impactou no nosso faturamento. Optamos em não demitir os funcionários e até mantivemos o plano de saúde dos colaboradores justamente porque agora é o momento de usar esse benefício. Mas infelizmente, muito hotéis da cidade e de outras regiões do estado tiveram que fazer esses cortes - explica Alvite.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.