Paulo Gustavo se preparava para gravar série 'Minha mãe é uma peça' em Niterói

Gravações ocorreriam em estúdio e também em externas na cidade, onde a história é ambientada

Por Livia Figueiredo

Paulo Gustavo como Dona Hermínia em Icaraí. Foto: Reprodução da internet


O sucesso de bilheteria "Minha mãe é uma peça" iria virar série de televisão. As gravações ocorreriam em estúdio e também em externas, em Niterói, onde a história é ambientada e onde Paulo nasceu e viveu grande parte de sua vida. Os trabalhos iriam começar em fevereiro deste ano, mas tiveram que ser adiados por conta da pandemia. A produção estava prevista para ir ao ar na Globo, na plataforma de streaming Globoplay e no canal Multishow. A informação é de Patrícia Kogut, colunista do jornal "O Globo".


Leia mais: Rua Moreira César, em Niterói, pode se chamar Rua Ator Paulo Gustavo


A proposta da série era que a primeira temporada girasse em torno da Dona Hermínia casada e com os filhos pequenos. A segunda seria focada na adolescência deles. Depois, os dois surgiriam já adultos. A direção seria assinada pela Susana Garcia, irmã de Mônica Martelli, ambas grandes amigas do ator.


Paulo Gustavo morreu na noite de terça-feira, aos 42 anos, depois de quase dois meses de internação para tratamento da Covid-19. Nove dias após dar entrada no hospital, ele foi intubado e teve altos e baixos na evolução do quadro clínico até o último domingo, quando sofreu uma embolia pulmonar, que causou lesões cerebrais irreversíveis.


O corpo de Paulo Gustavo será cremado nesta quinta-feira em cerimônia restrita. O horário e o local não foram divulgados para evitar aglomerações e, até o momento, não há confirmação sobre velório.