Pesquisa: para brasileiro sair é risco só aceitável para ir trabalhar

Datafolha mostra que insegurança aumenta em shoppings, bares, cinemas e restaurantes


DataFolha mostra que população só aceita risco da Covid para ir trabalhar


O brasileiro ainda não se sente seguro para retomar suas atividades, diante dos riscos da Covid. É o que aponta uma pesquisa realizada pelo Datafolha. De todas as atividades consideradas na pesquisa a saída para o trabalho é a que tem melhor aceitação. A volta às aulas, por exemplo, é rechaçada por 75% das pessoas ouvidas.


Numa entrevista ao A Seguir Niterói, o professor Rômulo Paes de Sousa alertava, ao discutir a volta às aulas, que a questão, neste momento da pandemia, é avaliar quais atividades devem ser retomadas e com qual finalidade. A pesquisa realizada em São Paulo mostra que a população tem essa clareza. Aceita melhor a saída para o trabalho, compreendido como uma necessidade, do que para o lazer. Restaurantes e cinemas são vistos com desconfiança.


Segundo a Folha, a pesquisa apresentou aos eleitores entrevistados cinco atividades para serem feitas fora de casa durante a pandemia do novo coronavírus e mediu suas reações. Apenas ir para o trabalho foi considerado seguro pelas pessoas ouvidas.(...) Para 20% essa atividade é muito segura; 46% se sentem pouco seguros ao ir para o trabalho; e 31% se dizem nada seguros. (...) As outras atividades apresentadas para os entrevistados foram: ir ao shopping, escola ou faculdade, frequentar bares e restaurantes e ir ao cinema. (...) Para ir ao shopping, 50% se disseram nada seguros, índice que sobe para 52%se o destino for a escola ou a faculdade, atingindo os patamares de 59% se o local for um bar ou restaurante e 63% se for o cinema.




728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.