Prefeito de Niterói diz que socorrer empresas protege a identidade cultural da cidade

“Imagine fechar a Dona Henriqueta (Gruta de Santo Antônio), o Seu Antônio, o Mário…”


O Prefeito Rodrigo Neves em recente visita ao Seu Antônio do Bacalhau


O Prefeito Rodrigo Neves tem números na ponta da língua para dar a dimensão das ações da Prefeitura no combate à Covid e também na proteção das pessoas e das empresas da cidade. Em entrevista ao A Seguir Niterói, ele destacou que os programas de renda básica, para socorrer as famílias, e os de apoio às empresas, como Empresa Cidadã e o Supera representam um investimento de R$ 300 milhões. Prefere chamar de investimento do que de gasto, porque entende que estas medidas dão alguma tranquilidade às famílias e às empresas e ajudam na adesão às normas de isolamento e às medidas de proteção. Destaca que Niterói tem uma das melhores taxas de isolamento entre as cidades brasileiras. E comentou preocupado notícias do fechamento de bares e restaurantes tradicionais no Rio de Janeiro.


Prefeito Rodrigo Neves:Você vê no Rio: esta semana saiu a notícia de que fecharam 1.500 bares e restaurantes, 14 mil desempregados. Niterói não está passando por isto. Não tivemos nenhum restaurante fechado. Porque o fechamento do Hipódromo, do Fiorentina, do Clube Naval tem um aspecto econômico, que é a perda do negócio, da renda, mas tem um aspecto intangível, que é a relação da cidade com estes lugares, é a perda da identidade da cidade. Imagina Niterói perder a Dona Henriqueta (Gruta de Santo Antônio), o Seu Antônio, o Mário...?


Veja a entrevista completa com o Prefeito Rodrigo Neves




728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.