Prefeitura confirma aumento de internações em leitos e UTIs

Na segunda-feira, o Prefeito Rodrigo Neves falou em 39% e ocupação; no painel da Covid na Prefeitura, hoje, índice chega a 54,2%


O painel da Covid, no SIGeo da Prefeitura: 56,5% de ocupação em UTIs. Reprodução


A taxa de ocupação de leitos hospitalares e vagas em UTIs que vinha sendo usada nos últimos meses pela Prefeitura como indicador do controle da Covid em Niterói, nos últimos dias se tornou mais um sinal de alerta para o avanço da doença, como outros que apontam o rápido crescimento do número de casos na cidade. Depois de ficar praticamente três meses em torno de 26%, saltou para 39%, segundo anúncio do Prefeito Rodrigo Neves, na segunda-feira, em live, e chegou nesta quarta-feira, 25, a 54,2% na média, considerando-se leitos e UTIs, públicos e privados.


A ocupação dos leitos clínicos é mais baixa: 51,7%. A das UTIs, mais alta: 56,5% das vagas reservadas para pacientes com Covid. Os números, ainda assim, são mais baixos do que os registrados pela rede privada de hospitais de Niterói. O relatório do DINDHLESTE, divulgado também hoje, apontou 406 internações nos hospitais particulares: 239, em leitos ( 79% de ocupação) e 167 em UTIS (60%). A Secretaria de Saúde não explica a discrepância dos indicadores.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.