Prefeitura de Niterói amplia contrato com empresa que fornece oxigênio

Termo aditivo publicado no Diário Oficial prevê aumento quantitativo no serviço


Hospital Oceânico é uma das unidades da rede municipal de Niterói. Divulgação


Diante do agravamento da crise sanitária da Covid-19 no Brasil e no mundo, a Prefeitura de Niterói tem tomado medidas para evitar colapso na rede hospitalar. No último sábado, o município publicou no Diário Oficial um termo aditivo de contrato entre a Fundação Municipal de Saúde e a empresa Air Liquide Brasil Ltda, que fornece oxigênio para a rede pública da cidade. A publicação detalha, ainda, que haverá aumento quantitativo no fornecimento.


Leia mais: Hospital Oceânico tem funcionamento prorrogado diante da alta dos casos de Covid-19


De acordo com a publicação, o objeto do termo aditivo ao contrato, firmado em 2018, prevê "a renovação do prazo de vigência e a alteração quantitativa do Contrato n.º 51/2018, que tem por objeto a prestação de serviços de empresa especializada no fornecimento parcelado de gases medicinais, para atendimento da demanda administrativa da Rede Pública de Saúde do Município de Niterói".


Datado de 27 de dezembro de 2018, o contrato com a Air Liquide tinha duração de 12 meses e custava R$ 1.184.791,82. Com o aumento, o custo agora será de 1.461.334,79.


A Air Liquide é uma empresa paulista especializada no fornecimento de gases medicinais (oxigênio, dióxido de carbono, óxido nitroso, entre outros) e outros equipamentos para unidades de saúde. Segundo o site oficial, a empresa foi responsável por fornecer oxigênio a hospitais de campanha de São Paulo e à Fiocruz.


O A Seguir: Niterói questionou a Prefeitura sobre o motivo do aumento no fornecimento e quais unidades são abastecidas pela Air Liquide. O município se limitou a informar que a Secretaria Municipal de Saúde "monitora periodicamente os gases medicinais nas unidades e, após constatar um aumento no consumo, realizou revisão contratual da quantidade dos gases fornecidos, como forma de garantir que não haja desabastecimento". 


Ainda segundo a Prefeitura, a empresa contratada fornece oxigênio e outros gases medicinais para as seguintes unidades: Hospital Municipal Carlos Tortelly, Unidade de Urgência Mário Monteiro, Hospital Municipal Orêncio de Freitas, Maternidade Municipal Alzira Reis, Hospital Psiquiátrico de Jurujuba, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Policlínicas Regionais do Largo da Batalha e da Engenhoca. 


© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.