Prefeitura de Niterói aumenta em 65% a arrecadação de multas de trânsito em março

Fiscalização do trânsito se intensificou e a arrecadação saltou de R$ 395 mil, em fevereiro, para R$ 664 mil - mais que antes da pandemia


Por Gabriel Gontijo

Guarda trabalhando no centro de Niterói. Foto: Nittrans/Divulgação


A pandemia parecia ter deixado para trás a atuação ostensiva da fiscalização de trânsito e a aplicação de multas na cidade. Em 2019, a cidade arrecadava R$ 5.092.329,90 com as infrações de trânsito. A receita da Prefeitura caiu em 2020 com a redução da atividade econômica e da circulação de veículos. Foram recolhidos R$ 3.970.040,26 - 22,14% menos que no período anterior. Mas essa "trégua", acabou. Mesmo com o trânsito reduzido pelas medidas de isolamento adotadas no início do ano, a cobrança de multas em março foi maior do que antes da pandemia


A Prefeitura já anunciou a determinação de aumentar o caixa com a cobrança de multas. Na semana passada anunciou que tem autorização legal para aplicar multas pelo sistema de controle de trânsito da cidade. As mais de duzentas câmaras do Centro de Controle de Operações, que deveriam ajudar na organização do trânsito, redução de engarrafamentos e segurança nas ruas, agora serão usadas para flagrar motoristas infratores.


Leia também: Câmeras de segurança de Niterói serão usadas para multar motoristas infratores (aseguirniteroi.com.br)


De acordo com dados acessados pela reportagem através do Portal da Transparência da Prefeitura, a arrecadação caiu consideravelmente em abril e maio de 2020, em função das medidas restritivas que passaram a vigorar em diversas cidades brasileiras, inclusive em Niterói, e que foram mais severas nesse período.


Em abril do ano passado, a Prefeitura Niterói arrecadou R$ 194.581,08 - 50,67% menos que no mesmo período de 2019, que teve uma receita de R$ 394.413,87. Já o mês seguinte, maio de 2020. a arrecadação ficou em R$ 193.280,42, uma queda ainda maior, de 62,70% a menos que em maio do ano anterior, quando foi de R$ 504.617,85.


Nos meses seguintes, de junho a dezembro, a arrecadação das multas de trânsito apresentou crescimento, mas sempre aquém do mesmo período registrado em 2019. Apesar do prolongamento da pandemia e das medidas de restrição das atividades, o cenário começou a mudar este ano


Arrecadação em multas teve crescimento em fevereiro e março de 2021


Apesar da queda de arrecadação se repetir em janeiro, com a cobrança de R$ 391.452,77 em multas, contra R$ 539.897,38 no primeiro mês de 2020, os meses seguintes mostraram aumento nesse tipo de arrecadação.


O mês de fevereiro deste ano teve R$ 395.685,69 arrecadados através de multas e em março foram R$ 664.181,02. O período em questão teve aumento não apenas em relação ao ano passado, que contou, respectivamente, com a arrecadação de R$ 380.149,27 e R$ 387.715,66, mas também apresentou crescimento em relação a 2019, quando não havia pandemia. Há dois anos, os meses de fevereiro e março tiveram arrecadação em infrações nos valores de R$ 374.062,34 e R$ 343.194,53, respectivamente.