Prefeitura de Niterói fiscaliza Terminal João Goulart após registros de aglomerações

Desde o começo do decreto de restrições, usuários de transporte coletivo sofreram com longas filas e ônibus lotados


Reprodução


Depois de reclamações de aglomeração nos horários de pico no Terminal Rodoviário João Goulart, a prefeitura de Niterói fiscalizou o local na manhã desta terça-feira (30) a fim de garantir que as normas de segurança de distanciamento social sejam seguidas dentro dos coletivos.


Este é o primeiro dia desde a determinação do Ministério Público do Rio de Janeiro que obriga as empresas de ônibus municipais de Niterói a rodarem com cem por cento da capacidade da frota. A decisão busca coibir as aglomerações dentro dos coletivos da cidade e garantir a qualidade do serviço à população que precisa do transporte para ir trabalhar mesmo durante o período de restrições, que vai até 4 de abril.


Leia mais: Justiça ordena que Transnit e Transoceânica rodem com frota integral em Niterói


Nas redes sociais, algumas pessoas questionavam a seletividade das linhas sendo vistoriadas:


Segundo a página da prefeitura, a medida faz parte de um conjunto de ações para "regularizar as linhas intermunicipais de ônibus, com o objetivo de que o fluxo de passageiros se normalize, e com as empresas de ônibus municipais e intermunicipais para garantir que o serviço atenda à demanda".


Veja também: Empresas de ônibus terão que operar com frota máxima, garante Prefeitura