Prefeitura de Niterói publica relatório sobre a Covid sem contar mortes anunciadas diariamente

Secretaria de Saúde não explica discrepância de números que ela mesma publica


Secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, com o Prefeito Axel Grael, diz que situação de Niterói melhorou no dia em que o Rio e o Brasil têm recorde de mortes


O relatório publicado nesta segunda-feira (11) pela Prefeitura de Niterói no painel de monitoramento dos indicadores da Covid causou estranheza entre profissionais de Saúde. É que as mortes anunciadas diariamente nos boletins epidemiológicos da Prefeitura não aparecem no documento. Enquanto os boletins registraram 31 óbitos, a planilha que serve para a classificação de risco da cidade anotou 13 mortes.


O documento exibido no site da Prefeitura é datado de 7 de janeiro, e reporta o avanço da doença nos sete dias anteriores. Neste período, também o número de novos casos documentados aparece bem abaixo do que a Prefeitura anunciou diariamente. Foram 522, contra 1.421 dos registros diários. O A Seguir Niterói encaminhou um pedido de esclarecimentos à Prefeitura mas não obteve respostas.


Na live organizada pelo Prefeito Axel Grael, o Secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, informou que o número de internações caiu na cidade. Falou isto pouco depois de o Prefeito anunciar que a cidade tem hoje 208 pessoas internadas na rede do SUS - o pior número de toda a epidemia. No documento usado pelo médico, aparecem apenas 94 pessoas hospitalizadas na rede pública, em leitos ou UTIs.


Na planilha de monitoramento dos indicadores da Covid, a cidade passou de um índice de 8,3 na semana anterior para 6,3.


Na última semana epidemiológica, a SE 1, a primeira do ano, foram documentados 1.442 novos casos da Covid e 37 mortes em Niterói, número mais compatível com o recorde de casos registrados neste início de ano no Rio de Janeiro e no Brasil.