Primeiro bike café de Niterói será inaugurado neste sábado

Loja na Marquês do Paraná promete ser ponto de encontro de ciclistas

por Gabriel Gontijo

Fika Bike e Café, inauguração no sábado Os ciclistas niteroienses que se queixavam da falta de algum espaço voltado para quem pedala pela cidade terão a oportunidade de conhecer o primeiro bike café do município. Com a proposta de ser um novo ponto de encontro para quem ama bicicletas, o Fika Bike e Café inaugura neste sábado, 12, no Centro, a nova loja da marca nacional de bicicletas. Segundo uma das sócias, Fernanda Coura e Silva, a aposta nesse tipo de empreendimento comercial se dá pelo fato do número de o niteroienses aderir cada vez mais às bicicletas como um meio de transporte no cotidiano, não apenas como um lazer ocasional. Além disso, ela admite que foi necessário conhecer outras lojas do tipo de outros estados para entender o funcionamento da coisa até pensar como elaborar um modelo voltado para Niterói. - Vendo o crescimento do mercado de bikes, especialmente em Niterói, aliado à procura das pessoas por um estilo de vida mais saudável, veio a ideia de juntar as duas coisas que mais gostamos: bike e café. Chegamos a visitar algumas lojas em São Paulo, que ainda são bem poucas, mas que vimos que tem grande potencial e tivemos a idéia de montar o nosso bike café - explica Fernanda. De fato, os números oficiais da Prefeitura de Niterói corroboram a fala de Fernanda. Nos últimos sete anos, a cidade triplicou a rede cicloviária, de 15 km para 45 km e está em processo de licitação para a implantação de mais 23 quilômetros de ciclovia na Região Oceânica. Segundo o programa Niterói de Bicicleta, o fluxo de ciclistas nas principais vias da cidade aumentou cerca de 300%. Ela explica que o nome da loja foi escolhido após uma viagem à Suécia, local onde os suecos usam a expressão "Fika" como sinônimo de um encontro entre amigos após uma pedalada. - Somos especialmente fascinados pela cultura escandinava, que usa muito as bikes como meio de locomoção e lazer. Em uma viagem a Suécia, descobrimos o hábito deles de fazer uma pausa no final do dia e parar em algum lugar (especialmente cafeterias) para tomar um café e bater um papo com amigos e relaxar. Este hábito, na cultura deles, tem nome: FIKA”, conta. Por causa da pandemia, os cliente que quiseram comparecer precisam usar obrigatoriamente máscaras. O local conta com dispenser de álcool em gel e marcações no chão de um metro e meio de distância. O estabelecimento pede que os clientes obedeçam às normas de convívio interno como prevenção à Covid-19. As opções de bebidas disponíveis no cardápio são cappuccino, frozzen, frappé, afogatto e choco power, uma mistura de chocolate em pó, creme de leite, ovomaltine, guaraná em pó, leite e chantilly. O mate da casa, soda italiana e cervejas artesanais estão entre outras bebidas oferecidas. As comidas levam a assinatura da chef de cozinha Margareth Rocha, do Rappanui Gastronomia, que conta com opções como waffle e tapioca para o café da manhã; espaguete de beterraba com ricota ou batata rostie para o almoço; bolinho de feijoada para happy hour e hambúrgueres, sanduíches e sobremesas para qualquer hora do dia. Endereço: Rua Marquês de Paraná, 220 - Centro Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e sábado das 8h às 16h.