Procura-se! Ciclofaixa da Estrada de Itacoatiara desaparece

Asfalto da entrada de um dos bairros mais caros de Niterói também está cheio de buracos e com calçadas que exigem prova de resistência


A Estrada de Itacoatiara: faixa para marcar espaço para bicicletas desapareceu. Foto do leitor


Ciclovia por ali nunca existiu, mas agora também não há mais ciclofaixa na Estrada de Itacoatiara, um dos bairros mais caros e que mais atraem visitantes em Niterói. A faixa vermelha pintada no asfalto, que demarca o que deveria ser acostamento para os ciclistas, desapareceu em quase toda a extensão da via, a única porta de entrada do bairro, entre o trevo e a guarita da PM.


E não é o único problema. Além de ser mão dupla, a Estrada de Itacoatiara está toda mal sinalizada, sem pinturas no asfalto e muitos buracos. O agravante é que aquele trecho tem calçadas malconservadas, com desníveis e todo tipo de empecilhos para o pedestre.


- Tentar chegar até a praia para tomar um ar fresco com o carrinho de bebê virou uma tortura, proibitivo. E também não dá para ir de bicicleta porque é muito arriscado, sem faixas e buracos no asfalto. Isso tudo num bairro em que a Prefeitura cobra um dos mais caros IPTUs da cidade - protestava uma moradora, que tentava driblar os desníveis e buracos na calçada da Estrada de Itacoatiara.


Ciclistas também reclamam. A ciclofaixa ali é só de um lado da via, no sentido Praia de Itacoatiara, o que exige muito cuidado especialmente para quem vai com crianças ou pranchas.


- Agora não tem faixa nem ciclofaixa, está tudo muito abandonado no bairro. As árvores da restinga também não são podadas há muito tempo, então usar a calçada ali é outra coisa impossível - completa o marido da moradora, reclamando do abandono.