PSL, Podemos e PSDB levam disputas internas para a Justiça, em Niterói

TRE tem prazo para julgar impugnações e homologar candidaturas; campanha começa dia 26


No último momento, Felipe Peixoto garantiu na justiça apoio do PSDB


A disputa no Podemos pode se arrastar mais algum tempo. O retorno de Aldemar Tadeu Costa Furtado à presidência do diretório de Niterói, por decisão judicial, muda a orientação do partido, que abandona a candidatura do Delegado Rayol para apoiar o candidato do PDT, Axel Grael. O partido ainda não se manifestou.


A decisão do PSL de lançar a candidatura do Delegado Deuler Rocha também está sendo questionada, e o deputado federal Carlos Jordy questionou o partido sobre a decisão, que o deixou sem legenda.


Nesta quinta-feira, 16, último prazo para as convenções partidárias, foi a vez de nova reviravolta no PSDB. Uma ação judicial impediu o diretório regional de homologar o apoio do partido à chapa de Felipe Peixoto, PSB, e Bruno Lessa, do DEM. A intervenção no diretório resultava em apoio ao candidato da situação. Mas uma nova decisão judicial, reestabeleceu o controle do diretório e o PSDB vai mesmo apoiar Felipe Peixoto.

O prazo para as convenções terminou. Agora, o TRE vai homologar as candidaturas à Prefeito e vereadores e julgar eventuais impugnações. A campanha começa, efetivamente, dia 26 de setembro. A eleição será dia 15 de novembro.




728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.