Risco de baixa renovação: todos os 21 vereadores de Niterói são candidatos

Bagueira e Bruno Lessa se apresentam para vice-prefeito, os demais tentam reeleição


Por Silvia Fonseca


Com a proliferação de candidaturas por causa do fim das coligações, a Câmara de Vereadores de Niterói pode ter uma renovação ainda menor nas eleições de 15 de novembro. Todos os partidos vão lançar um número maior de candidatos, sendo que o limite é 32 por legenda. O que complica mais para os novatos, porém, é que dos 21 atuais vereadores de Niterói, todos vão de novo enfrentar as urnas.


Como quem já é dono de um mandato tem mais facilidade para se eleger, o risco de baixa renovação é grande. Na disputa de 2016, apenas sete dos 21 estavam se elegendo pela primeira vez. Este ano, com restrições de circulação e de eventos de campanha de rua por causa da pandemia de Covid, a disputa fica ainda mais difícil para quem não tem a “vitrine” do mandato e cabos eleitorais já recrutados.


Dos que estão na Câmara hoje, apenas Paulo Bagueira e Bruno Lessa não tentarão a reeleição. Mas não significa que desistiram da política: os dois vão disputar como candidatos a vice nas chapas lideradas por Axel Grael (PDT) e Felipe Peixoto (PSL), respectivamente.


Hoje os proventos de um vereador de Niterói estão em R$ 13.514,90, brutos, sem descontos. Cada vereador pode contratar para cargos comissionados, sem concurso, sete assessores: um Chefe de Gabinete e mais seis Assessores Parlamentares de Gabinete, além dos funcionários de carreira dos quadros da casa.


Saiba quem são os atuais vereadores e por qual partido disputam:


Paulo Bagueira: presidiu a Câmara e foi eleito pelo Solidariedade para o sexto mandato em 2016. Continua no partido e, desta vez, não concorre a vereador porque é candidato a vice-prefeito na chapa de Axel Grael (PDT).


Bruno Lessa: Foi eleito pelo PSDB e trocou de partido, indo para o DEM. Está no segundo mandato. É candidato a vice na chapa liderada por Felipe Peixoto (PSD) para Prefeito.


Beto da Pipa: Foi eleito pelo PMDB mas trocou de partido e está filiado ao PR, pelo qual disputará seu quinto mandato. Retornou à Câmara, era Secretário de Habitação.


Cal: Foi eleito pelo PP e é candidato à reeleição pelo mesmo partido, tentando agora o sexto mandato como vereador.


Carlos Macedo: Foi eleito pelo PRP e está no quinto mandato. Vai disputar de novo, pelo Patriota.


Casota: Entrou no lugar de Carlos Jordy (PSL), que em 2018 foi eleito deputado federal e deixou a Câmara de Vereadores. Casota é do PSDB, pelo qual tentará continuar como vereador.


Emanoel Jorge Mendes: Foi eleito pelo Solidariedade e continua no partido. Disputará o quarto mandato.


Gallo: É o mais antigo hoje da Câmara e tentará o oitavo mandato como vereador. Foi eleito pelo PSL e agora está no Cidadania. Era Secretário de Esportes e Lazer e voltou à Câmara para ser candidato.


João Gustavo: Foi eleito pelo PHS e tentará voltar para seu terceiro mandato, mas trocou de partido e agora está no PP. Era Secretário regional de Santa Rosa, mas voltou à Câmara para participar das eleições.


Jorge Andrigo: Foi eleito pelo Solidariedade mas trocou de partido e agora é candidato à reeleição pelo PDT. Tenta o terceiro mandato. Era Secretário Regional do Fonseca mas voltou à Câmara para a eleição.


Leandro Portugal: Foi eleito pelo PV e continua no partido, sendo candidato à reeleição.


Leonardo Giordano: Está no segundo mandato e tentará um terceiro, sempre pelo PCdoB.


Paulo Eduardo Gomes: Está no quarto mandato. Foi eleito pelo PSOL e disputará novamente pelo partido.


Paulo Velasco: Está no primeiro mandato e foi eleito pelo PTdoB, mas se mudou para o Avante e tentará a reeleição.


Renatinho da Oficina: Eleito pelo PTB, está no primeiro mandato, continua no partido e é candidato à reeleição.


Renatinho do PSOL: está na vaga para a qual foi eleita Talíria Petrone, do mesmo partido, que em 2018 conseguiu mandato de deputada federal. Ele vai tentar continuar na vaga pelo mesmo partido.


Renato Cariello: Eleito pelo PDT, continua no partido e é candidato à reeleição.


Ricardo Lírio Evangelista: Foi eleito pelo PRB, se mantém no partido e é candidato à reeleição pela primeira vez.


Rodrigo Farah: Também candidato, se mantém no PMDB, pelo qual foi eleito para o quarto mandato e tentará o quinto.


Sandro Araújo: Foi eleito pelo PPS, hoje Cidadania, continua no partido e é candidato à reeleição.


Verônica Lima: Eleita pelo PT, continua no partido e disputará um terceiro mandato.



728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.