Romário indicou assessora para o Governo de Axel Grael em Niterói

Jennifer Lynn é próxima do senador e tem experiência em Direito Marítimo, mas vai comandar área de Acessibilidade na cidade


por Gabriel Gontijo


Romário e Jennifer em uma festa junina de 2018. Foto: Reprodução internet


Assim que foram divulgados os nomes que vão compor a equipe do futuro Prefeito de Niterói, Axel Grael (PDT), pelo menos um deles chamou a atenção porque era desconhecida dos meios políticos na cidade. A futura Coordenadora de Acessibilidade de Niterói, Jennifer Lynn, foi indicada pelo Senador Romário Faria (Podemos). Trabalhando desde julho deste ano no gabinete de Romário como ajudante parlamentar sênior, ela é advogada há 15 anos com experiência no ramo do Direito Marítimo.


Formada em 2004 pela Universidade Cândido Mendes, ela começou a atuar como advogada no ano seguinte e fez duas pós-graduações, sendo uma de Direito Civil, Empresarial e Processo Civil na Escola da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, em 2007, e no ano seguinte na área do Direito Marítimo pela Fundação Getulio Vargas. Ainda em 2008, começou a trabalhar como advogada no Estaleiro Cassinu, em São Gonçalo, e atuou na empresa até 2012, quando passou a integrar o corpo jurídico da Companhia Docas do Rio de Janeiro, atuando também na gerência do Porto de Niterói até junho de 2014.


Proximidade política, partidária, pessoal e até jurídica


A aproximação com Romário aconteceu há, pelo menos, quatro anos. À época, ele ainda era filiado ao PSB e despontava como um dos candidatos à Prefeitura do Rio, fato que não se concretizou. Ela era a Secretária Especial da Executiva Municipal do partido. E a relação entre os dois passou a ser de confiança, pois no ano seguinte ela o acompanhou na mudança para o Podemos e tornou-se a 2ª Vogal da Executiva Estadual.


Apesar de ela ter sido nomeada para chefiar um cargo comissionado em Niterói, não é a primeira vez que tem um vínculo político na cidade. Em 2018, também com as bênçãos de Romário, Jennifer foi empossada como integrante do conselho fiscal da comissão do Podemos niteroiense, que era presidido à época por Gegê Galindo, que já foi vereador na cidade.


Além da proximidade pessoal e política com o Senador, ela é responsável por representar o partido em decisões judiciais no Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE-RJ) e também consta como advogada de defesa dele em um processo movido pela Fashion Park Empreendimentos Imobiliários na 10ª Vara Cível de Brasília. A disputa se dá por problemas ligados a um rompimento de um contrato de aluguel. A imobiliária entrou na Justiça pedindo o despejo por falta de pagamento.


O processo 0031529-09.2016.8.07.0001 teve início em 2016 e até hoje corre na Justiça do Distrito Federal. Curiosamente, Jennifer passou a integrar a defesa de Romário neste processo depois que foi nomeada para trabalhar no gabinete dele em Brasília, segundo publicação do Diário Oficial da União de 24 de julho deste ano.


Indicada trabalha no setor há 14 anos, diz assessoria


Procurada, a assessoria do Senador Romário informou que ela trabalha com ele há 14 anos e sempre atuou em defesa da acessibilidade. Ainda de acordo com a assessoria, ela não foi indicada por "ser apenas mais um nome", mas por toda a colaboração que ela deu para quem tem deficiência. A assessoria informou ainda Jennifer trabalha no setor sem aparecer. Também contactada pelo A Seguir: Niterói, Jennifer afirmou que só poderá falar de seus planos para a Coordenadoria de Acessibilidade de Niterói depois de ser nomeada e tomar posse.